<
>

Olimpíadas: Brasil goleia a China por 5 a 0 com dois de Marta e estreia com o pé direito em Tóquio

play
Marta faz dois, seleção feminina empolga e estreia com 5 a 0 sobre a China nas Olimpíadas; veja as imagens (1:21)

Debinha, Bia Zaneratto e Andressa Alves fizeram os outros gols da goleada do Brasil (1:21)

A seleção brasileira feminina estreou da melhor maneira possível nos Jogos de Tóquio: com a vitória. Nesta quarta-feira (21), a equipe de Pia Sundhage venceu a China por 5 a 0 jogando em Miyagi, na abertura do grupo F.

Os gols do Brasil foram marcados por Marta (2), Debinha, Andressa Alves e Bia Zaneratto. A camisa 10 abriu e marcou o terceiro.

Mesmo com o placar, engana-se quem pensa que a estreia foi fácil.

Intenso fisicamente, o time brasileiro começou a partida pressionando e buscando o gol, que veio logo aos 8 minutos. Após cruzamento de Bia Zaneratto, Debinha desviou de cabeça na trave, no rebote, a bola sobrou para Marta, que encheu o pé na intermediária para estufar as redes.

Este foi o 12º gol da camisa 10 em Jogos Olímpicos. A artilheira histórica do Brasil no torneio é Cristiane, com 14, que ficou de fora da lista de convocadas para Tóquio.

Controlando o jogo, a seleção brasileira conseguiu ampliar o marcador aproveitando uma falha da goleira chinesa. Após chute forte de Bia Zaneratto, Peng Shimeng bateu roupa e deu a bola no pé de Debinha, que só deve o trabalho de desviar para as redes. 2 a 0 Brasil.

A partir daí a China cresceu na partida, e passou a exigir outra protagonista: Bárbara. Com ao menos três defesas de extrema dificuldade, a goleira do Avai/Kindermann foi fundamental para que o time brasileiro conseguisse garantir o placar.

Enquanto as chinesas empilhavam pressão e chances perdidas, Marta decidiu. Em chute na ponta da área, a camisa 10 bateu de primeira e aproveitou o novo vacilo de Peng Shimeng, que demorou para cair e aceitou aceitando o arremate, que parou no fundo das redes.

Uma das mudanças de Pia Sundhage na partida, Andressa Alves ainda complementou o placar ao cobrar o pênalti que sofreu já no fim da partida.

Ainda deu tempo do gol de Bia Zaneratto, que aproveitou cruzamento de Debinha e desviou para o fundo das redes aos 44 do segundo tempo.

Agora é cabeça na Holanda.

Situação no campeonato

Com a vitória na estreia, o Brasil lidera do grupo F da Olimpíada, com 3 pontos e saldo +5. Zâmbia e Holanda ainda se enfrentam nesta quarta-feira (21) pela mesma chave, que tem a China como lanterna: zerada e com saldo -5.

As Melhores: Bia Zaneratto e Bárbara

A atacante do Palmeiras foi o grande nome da vitória brasileira na estreia olímpica. Zaneratto esteve envolvida nos dois primeiros gols do Brasil, disputando a bola que sobrou para Marta e depois chutando forte para o rebote de Debinha.

Sobrou no vigor fisco e foi o desafogo do time em momentos complicados. Ainda marcou o gol que fechou o placar, aproveitando cruzamento de Debinha.

“Estamos todas satisfeitas e contentes com a grande atuação. É sempre importante estrear vencendo e jogando bem. Fico muito feliz por ter dado a minha parcela de contribuição, participando dos gols e ainda conseguindo fazer o meu no fim. Saímos de campo comemorando bastante a ótima vitória, mas agora já vamos nos concentrar de novo porque já teremos um jogo duro contra a Holanda, no sábado. Em uma competição de tiro curto como as Olimpíadas, não podemos perder a concentração em nenhum momento”, disse Bia em declarações via assessoria de imprensa.

Já a goleira brasileira foi decisiva para nos vários momentos de pressão da China, com defesas espetaculares.

Foi mal: Peng Shimeng

No momento em que a China iniciava uma tentativa de buscar o empate na partida, a goleira acabou falhando ao tentar segurar um chute de Bia Zaneratto e deixou a bola escapar no pé de Debinha, que marcou o segundo gol do Brasil.

play
2:26

A última dança: Marta e Formiga traçam sua última história juntas nas Olimpíadas

Mariana Spinelli traça a trajetória e fala sobre a participação da dupla na seleção de futebol feminino do Brasil

Próximos jogos

Após a partida desta quarta-feira, o Brasil volta a campo no sábado (24), às 7h (de Brasília) quando enfrentará a Holanda pela segunda rodada do grupo F. A China encara a Zâmbia no mesmo dia, às 4h (de Brasília).

FICHA TÉCNICA

China 0 x 5 Brasil

GOLS: Marta (9' e 74'), Debinha (21'), Andressa Alves (82') e Bia Zaneratto (89') para o Brasil

CHINA: Peng Shimeng; Luo Guiping, Wang Xiaoxue, Li Qingtong e Li Mengwen; Wang Yan, Yang Lina, Miao Siwen (Liu Jing), Wang Shuang e Zhang Xin; Wang Shanshan. TÉCNICO: Jia Xiuquan

BRASIL: Bárbara; Bruna Benites, Érika, Rafaelle e Tamires; Formiga (Júlia Bianchi), Andressinha, Duda (Andressa Alves) e Marta (Ludmila); Bia Zaneratto e Debinha. TÉCNICA: Pia Sundhage