<
>

Olimpíadas: COI atualiza números e diz que cerca de 80 casos de COVID-19 relacionados os Jogos de Tóquio foram confirmados

play
Olimpíadas: os 10 maiores medalhistas da história do Brasil (1:21)

Considerando o número total de medalhas, conheça o 'Top 10' de atletas que mais subiram no pódio (1:21)

Nesta terça-feira (20) o Comitê Olímpico Internacional (COI), responsável pela organização das Olimpíadas, atualizou o número de casos de COVID-19 relacionados aos Jogos de Tóquio e revelou que o mesmo subiu para 80. Apenas 31 destes casos são dos cerca de 20 mil estrangeiros que chegaram ao Japão nos últimos dias.

"Cerca de 20 mil pessoas chegaram ao Japão. Das pessoas que chegaram, temos 31 casos positivos, e as pessoas estão isoladas. No total, temos cerca de 80 casos positivos. Vamos continuar com a testagem sistemática", declarou Seiko Hashimoto, presidente do COI, em entrevista coletiva.

Nesta terça, foram nove novos casos relacionados aos Jogos Olímpicos, um deles de um atleta que está hoespedado na Vila Olímpica. Além dele, um voluntário que trabalha no evento também testou positivo para o vírus. A identidade e nacionalidade de ambos, porém, não foi revelada.

Entre aos atletas que testaram positivo para COVID-19 e tiveram suas identidades reveladas, estão o tcheco Ondrej Perusic, do vôlei de praia, dois jogadores de futebol da África do Sul e a ginasta americana Kara Eaker. Esta última foi a única que ainda não estava hospedada na Vila.

Todos aqueles que testarem positivo para o vírus precisarão cumprir um isolamento de 14 dias. Em alguns dos casos, os atletas serão impedidos de disputarem os Jogos.

"Quando a pessoa é isolada porque teve contato, recebe comida, recebe apoio. Poucas horas antes da competição, faz novo teste do tipo PCR e, se der negativo, poderá participar", disse Toshiro Muto, CEO do COI.

A Cerimônia de Abertura das Olimpíadas de Tóquio acontece nesta sexta-feira (23), mas antes disso algumas modalidades já começarão a ser disputadas, uma delas o futebol masculino e feminino.