<
>

Muito mais que fã do Ronaldo: fatos sobre a lenda Valentino Rossi na MotoGP que você nem imaginava saber

Aos 42 anos, Valentino Rossi segue em atividade e marcou história como um dos maiores nomes da história do motociclismo

Com um discreto 20° lugar no GP de Valência, na Espanha, na última etapa da temporada 2021 da Moto GP, o italiano Valentino Rossi encerrou sua passagem pela modalidade, neste domingo.

Apontado como um dos maiores nomes de toda a história do motociclismo, o italiano conquistou nada menos do que seis títulos da Moto GP (2002, 2003, 2004, 2005, 2008, 2009), além de outras conquistas em categorias inferiores.

O adeus de Valentino Rossi contou com a presença ilustre de Ronaldo Fenômeno. O amigo pessoal do italiano foi quem deu a bandeirada na linha de chegada e esteve presente no 'último ato' do italiano na Moto GP.

Dono do Valladolid, clube de futebol espanhol, o pentacampeão do mundo com a seleção brasileira tem uma relação antiga com o italiano desde á época que vestia a camisa da Inter de Milão, ainda no final dos anos 1990. Em 2019, Valentino Rossi escolheu Ronaldo como seu 'herói' no esporte.

"O Ronaldo de verdade. O brasileiro. Pois, antes de mais nada, ele é um dos meus heróis do esporte e acho que ele é muito bom para festas", disse o italiano na época. Neste domingo (14), o site oficial da Moto GP, com apoio de Martin Raines e do portal Nick Harris, realizou uma lista com demais curiosidades sobre a carreira de Valentino.

Confira os temas abaixo:

- Rossi e Phil Read são os únicos pilotos a conquistar títulos mundiais nas classes de 125, 250 e 500cc. (Nota: Marc Marquez ganhou títulos nas 125cc, Moto2 ™ e MotoGP ™)

- Valentino Rossi é o único piloto a vencer Campeonatos do Mundo em quatro classes: 125, 250, 500 e MotoGP ™.

- Rossi e Giacomo Agostini são os únicos dois pilotos que conquistaram títulos na categoria rainha tanto nas duas como nas quatro tempos.

- A sua vitória no GP de abertura da época de 2004, na África do Sul, fez dele o primeiro piloto a somar vitórias consecutivas na categoria rainha em diferentes marcas de motos.

- Em 2004, ele se tornou apenas o segundo piloto a ganhar títulos consecutivos da categoria principal em diferentes marcas de máquinas. Eddie Lawson foi o primeiro, vencendo com uma Yamaha em 1988 e uma Honda em 1989.

- Ele detém o recorde de pódios consecutivos na categoria principal, marcando 23 resultados consecutivos entre os três primeiros, desde o GP de Portugal em 2002 até o GP da África do Sul em 2004.

- Rossi teve a honra de conquistar a 500ª vitória da Honda ao vencer o GP do Japão de 500cc, em abril de 2001.

- Rossi venceu corridas de GP em sete motos diferentes: Aprilia 125cc, Aprilia 250cc, Honda 500cc, Honda 990cc, Yamaha 990cc, Yamaha 800cc e Yamaha 1000cc.

- Suas onze vitórias em 2005 são o maior número de vitórias na classe principal em uma única temporada por um piloto Yamaha

- Ele é o único piloto a vencer cinco ou mais corridas consecutivas na classe principal com uma Yamaha.

- É o único piloto da história a vencer cinco ou mais corridas consecutivas em duas marcas de motos diferentes (Yamaha e Honda).

- Ele é o piloto da Yamaha com mais sucesso de todos os tempos, com 56 vitórias.

- As suas 89 vitórias na categoria principal são mais do que qualquer outro piloto na história dos Grandes Prêmios (o segundo desta lista é Giacomo Agostini, com 68 vitórias na categoria principal).

- Ele ganhou 115 corridas de GP nas três classes. Apenas Giacomo Agostini com 122 vitórias foi ao topo do pódio em GPs.

- O terceiro lugar de Valentino Rossi em Jerez em 2020 foi a 199ª vez que subiu ao pódio na categoria principal, mais do que qualquer outro piloto (o segundo desta lista é Jorge Lorenzo com 114 pódios).

- Ele subiu ao pódio 235 vezes em todas as classes, o que é mais do que qualquer outro piloto na história dos Grandes Prêmios (o segundo desta lista é Giacomo Agostini, com 159 pódios em Grandes Prêmios).

- O GP de Valência será o 432º Grande Prêmio de Rossi. Isto significa que participou em 44,4% de todos os Grandes Prêmios que decorreram desde o início do campeonato do mundo em 1949. (O segundo piloto com maior número de GPs é Andrea Dovizioso, com 332 no final de 2021).

- O total final de Rossi nos GPs da categoria principal será de 372, incluindo a corrida em Valência; isto é mais do que qualquer outro piloto (o segundo da lista é Alex Barros com 245 largadas de GP da categoria principal).

- Rossi tem a maior sequência de vitórias da história da MotoGP, com seu último triunfo no Dutch TT, em 2017, alcançando a marca de 16 anos e 351 dias após sua primeira vitória no GP de 500cc em Donington, em 2000 (o piloto com a segunda sequência de vitórias na classe principal é Alex Barros - 11 anos 204 dias).

- Ele também tem a sequência de vitórias mais longa em todas as classes; 20 anos e 311 dias entre a sua primeira vitória em Grandes Prêmios nas 125 cilindradas em Brno, em 1997 e a sua última vitória em Grandes Prêmios em Assen, em 2017 (o segundo a este respeito é Loris Capirossi com uma sequência de vitórias de 17 anos e 49 dias).

- Durante sua carreira, Rossi competiu em 38 circuitos diferentes de Grand Prix.

- Destes 38 circuitos, ele conquistou pelo menos uma vitória em 29. Nenhum outro piloto na história do Grande Prêmio venceu em tantos circuitos diferentes.

- Os circuitos onde Rossi tem mais vitórias em Grandes Prêmios são a Catalunha e Assen, onde venceu dez vezes em cada um.

- Na categoria principal, Rossi já competiu em 29 circuitos diferentes.

- Ele venceu na categoria principal em 23 desses 29 circuitos.

- O circuito onde Rossi tem mais vitórias na categoria principal é Assen, com oito.

- O circuito onde Rossi esteve mais presente é Jerez, onde fez 27 GPs nas três classes, incluindo 23 na categoria principal.

- Durante a sua carreira, Rossi dividiu o pódio com 55 pilotos diferentes. O piloto com quem mais subiu ao pódio foi Jorge Lorenzo - 53 vezes.

- Na categoria principal, Rossi dividiu o pódio com 38 pilotos diferentes.

- A última vez que Rossi dividiu o pódio com um piloto mais velho do que ele foi no Grande Prémio da República Checa de 2008, com Loris Capirossi.

- Sendo Valência a última prova de Valentino Rossi, será muito provável que seja a última vez que um piloto nascido nos anos 70 começará um Grande Prémio.

- Rossi dividiu o pódio na categoria principal com três pilotos sem subir em escalões: Alex Rins, Fabio Quartararo e Stefan Bradl.