<
>

Vasco comunica saída de diretor, e CEO fala sobre futuro de Ramón Díaz no clube

Um dia após garantir a permanência na elite do Campeonato Brasileiro, o Vasco anunciou uma mudança no departamento de futebol. Nesta quinta-feira (7), Paulo Bracks foi desligado do cargo de diretor esportivo.

O anúncio foi feito por Lúcio Barbosa, CEO da SAF do clube carioca, que tomou a decisão junto com a 777 Partners. O entendimento é que os objetivos do Cruzmaltino na temporada ficaram longe de serem conquistados.

"Identificamos que era preciso mudar o perfil. Por isso, conversamos com o Paulo Bracks, a quem agradeço muito. Tivemos uma relação muito boa. Mas entendemos que precisávamos mudar o perfil. Então, hoje comunicamos que o Paulo não faz mais parte da Diretoria do Vasco da Gama", disse.

Sobre a continuidade de Ramón Diaz para 2024, Lúcio Barbosa deixou claro que é desejo do Vasco mantê-lo, não somente pelo argentino ter contrato, mas como também pela satisfação com o trabalho desde que chegou a São Januário.

"O Ramón Díaz tem contrato e queremos mantê-lo sim. Ele já comprovou a qualidade que tem e onde ele pode levar o Vasco daqui pra frente", finalizou.

O Vasco terminou o Campeonato Brasileiro na 15ª colocação na tabela de classificação, com 45 pontos. Se contar somente o returno, a equipe treinada por Ramón Díaz fechou na posição, com 29 pontos e 51% de aproveitamento.