<
>

Premier League: Liverpool sofre, mas arranca empate em 2 a 2 diante do Fulham na estreia

Fulham e Liverpool empataram em 2 a 2, no Craven Cottage, pela primeira rodada da Premier League


O Liverpool suou para não estrear na Premier League com uma derrota. Jogando neste sábado (06) no Craven Cottage, a equipe de Jürgen Klopp ficou duas vezes atrás no placar, mas levou para Anfield um empate em 2 a 2 diante do Fulham, com atuações importantes de Mitrovic e Andreas Pereira. A partida teve transmissão ao vivo pela ESPN no Star+.

O centroavante sérvio anotou os dois gols do time da casa, enquanto os visitantes buscaram a igualdade com o uruguaio Darwin Núñez e o sempre decisivo Mohamed Salah.

O resultado na estreia, no entanto, ficou barato para os Reds.

Embalado pela torcida, que se deleitava com o retorno à elite inglesa, o Fulham ditou o ritmo da primeira etapa. Ainda que precisando segurar todo o ímpeto ofensivo dos Reds no começo do confronto, foi a equipe de Marco Silva que conseguiu comandar as ações.

E isso passou principalmente pela organização defensiva, que deu poucos espaços ao tridente de ataque de Jürgen Klopp, e pela transição rápida para o ataque nos pés de Andreas Pereira.

Atuando mais perto do gol como um legítimo armador, ao contrário do que no Flamengo, o camisa 18 foi peça-chave no Craven Cottage.

O Liverpool até chegou a balançar a rede com o colombiano Luis Díaz, mas o lance foi anulado pela arbitragem por impedimento.

Se o time de Jürgen Klopp vacilou na chance que teve, a equipe de Marco Silva foi letal.

Roubada de bola de Palinha, transição em velocidade com Andreas Pereira até os pés de Tete, que cruzou na medida no segundo pau e encontrou a cabeça de Mitrovic, que subiu nas costas de Alexander-Arnold e fuzilou para o fundo do gol.

Com a vantagem no placar, o Fulham conseguiu passar a especular melhor ofensivamente, e redobrou a ‘pegada’ na marcação.

Se o primeiro tempo terminou complicado para os visitantes, a etapa complementar pareceu dar sinais de um filme de terror com a lesão de Thiago Alcântara logo aos 4 minutos. Mas foi justamente nesta parada para substituição que a sorte dos Reds começou a mudar.

O ‘sinal’ foi a bola na trave de Kebano, que bateu cruzado e perdeu a chance de ampliar para o time de Craven Cottage.

Cerca de expectativa por sua estreia na Premier League, Darwin Núñez mostrou que chegou para ser o homem-gol do Liverpool. Mostrando faro apurado, o uruguaio apareceu na área e foi oportunista para desviar DE LETRA um cruzamento de Salah, deixando tudo igual.

Mas o ímpeto dos visitantes pela virada durou pouco.

Após lançamento em velocidade, Mitrovic entrou na área e foi derrubado por Van Dijk. Pênalti.

O camisa 9 foi para a bola e encheu o pé para vencer Alisson, marcando seu segundo no jogo e colocando o Fulham novamente em vantagem.

O que se mantém em dia pelos lados do Liverpool é oportunismo de Salah. E seu poder de decisão. Bem posicionado, o egípcio aproveitou toque providencial de Darwin Núñez após briga com os zagueiros e deu um toquinho para vencer Rodak, deixando novamente o placar em igualdade.

Ainda deu tempo de Andreas Pereira deixar o gramado aplaudido, na reestreia oficial em jogos de Premier League.

Melhores momentos

Situação no campeonato

Fulham e Liverpool ficam empatados na classificação da Premier League, com um ponto para cada lado após o empate no Craven Cottage.

O cara: Aleksandar Mitrović

Decisivo. Homem-gol. Matador. Três formas de classificar a atuação no retorno de Aleksandar Mitrović à Premier League. Marcou duas vezes e chamou a responsabilidade no Craven Cottage.

Foi mal: Virgil van Dijk

Não é normal, mas Virgil van Dijk complicou o Liverpool com um pênalti infantil no segundo tempo justamente quando o time visitante tentava pressionar para virar o placar.

Próximos jogos

O Fulham voltará a campo no próximo sábado (13), na visita ao Wolverhampton no Molineux Stadium. O Liverpool terá pela frente agora o Crystal Palace, na segunda-feira (15), na estreia diante de sua torcida.

Ficha técnica

FULHAM 2 X 2 LIVERPOOL

GOLS: Aleksandar Mitrovic (32' e 72'), para o Fulham; Darwin Núñez (64') e Mohamed Salah (80'), para o Liverpool

Fulham: Rodak; Tete, Adarabioyo, Ream e Robinson; Reed, Palhinha e Andreas Pereira (Cairney); Kebano (Solomon), Cordova-Reid (Duffy) e Mitrovic. Técnico: Marco Silva.

Liverpool: Alisson; Alexander-Arnold, Matip, Van Dijk e Robertson; Fabinho (Milner), Henderson e Thiago (Elliott); Salah, Luis Díaz (Fábio Carvalho) e Firmino (Darwin Núñez). Técnico: Jürgen Klopp.