<
>

Da 'temporada dos sonhos' ao absoluto nada: o que explica a assustadora queda de Rashford?

Neste domingo, o Manchester United recebe o arquirrival Manchester City , em Old Trafford, pela 10ª rodada da Premier League . A partida acontecerá às 12h30 (de Brasília) e será transmitida AO VIVO pela ESPN no Star+ .

Para vencer o “inimigo” no duelo da cidade, o United torce pelo “despertar” do atacante Marcus Rashford , camisa 10 do elenco que ainda parece estar “dormindo” na temporada 2023/24.

Em 2022/23, o astro viveu um de seus melhores anos com a camisa dos Red Devils , anotando incríveis 30 gols em 56 partidas, além de colaborar com 9 assistências.

Nesta temporada, no entanto, seu desempenho despencou. Apático em campo até o momento, ele somou 1 golzinho e 3 passes decisivos em 12 partidas no horário comandado por Erik ten Hag .

Mas o que explica uma queda tão grande no futebol de Rashford?

Segundo Mário Marra, comentarista da ESPN , a situação é muito estranha, principalmente porque na seleção inglesa o atacante segue correspondendo.

Vestindo a camisa da equipe nacional, o atleta tem 2 gols nas últimas 4 partidas das eliminatórias da Eurocopa-2024 , além de se mostrar muito mais "acordado" em campo.

Para Marra, o "problema" está em quem o acompanha na linha de ataque...

"A queda do Rashford é muito difícil de explicar, mesmo. Pela seleção, ele continua com bons números, jogando bem e fazendo gols. Creio, portanto, que é uma questão de quem está perto dele em campo", apontou.

"Na temporada passada, ele tinha o Jadon Sancho, que jogava bem aberto de um lado do campo, 'liberando' o outro para o Rashford. Agora, nesta temporada, o Sancho não está mais jogando", acrescentou o comentarista, lembrando do afastamento do atleta por causa de uma briga com Ten Hag.

"Além disso, o Antony também não está conseguindo render o que se esperava dele, o que sobrecarrega o Rashford, já que ele é praticamente o único escape do time", complementou.

Marra também aponta os encaixes de marcação do meio-campo como "responsáveis" pela queda do atacante.

"Na temporada passada, o United tinha Casemiro e Fred, ou McTominay, marcando melhor e protegendo o time, recuperando mais as posses. Dessa forma, a bola chegava ao ataque já trabalhada. O time da atual temporda não está acertado nesse ponto", salientou.

"Com a chegada do Amrabat, pode até melhorar o funcionamento conforme ele for jogando e se acertando mais. A consequência disso seria um melhor funcionamento do ataque e, por consequência, do Rashford", acrescentou.

O jejum de gols de Rashford já chegou a nove partidas, já que sua última bola na rede foi no início de setembro, na derrota por 3 a 1 para o Arsenal .

Vale lembrar que, em julho deste ano, o atacante renovou seu contrato com os Red Devils , ampliando o vínculo até o meio de 2028.

Como exibido na ESPN à época, ele passou agora a ganhar 375 mil libras (R$ 2,274 milhões) por semana na equipe de Old Trafford.

Onde assistir Manchester United x Manchester City?

Manchester United x Manchester City , neste domingo (29), às 12h30 (de Brasília), pela Premier League , tem transmissão ao vivo pela ESPN no Star+ .