<
>

Fluminense vence Olimpia sob gritos de olé, encerra 'seca' e vai encarar o Inter na semifinal da Libertadores

O Fluminense está na semifinal da CONMEBOL Libertadores. Na noite desta quinta-feira (31), no estádio Defensores del Chaco, o Tricolor bateu o Olimpia por 3 a 1, encerrou seca de quase três meses sem vencer fora de casa e avançou na competição. John Kennedy e Germán Cano marcaram os gols.

Antes de a bola rolar, Diniz surpreendeu novamente na escalação. Enquanto muitos pensavam que o treinador voltaria a colocar um volante, sacando John Kennedy, o atacante (e o esquema ofensivo) foi mantido - fato que se tornou importante para a partida.

Na entrada dos times em campo, a torcida da casa fez grande festa, com direito a mosaico, chuva de papel picado e longa queima de fogos do lado de fora do estádio.

Após o apito inicial, o Fluminense ensaiou uma pressão no ataque, mas as chances mais claras vieram em quatro bolas aéreas do time do Olimpia.

Até que, aos 23, Keno achou lindo passe em profundidade para John Kennedy, que saiu de frente para o goleiro e não desperdiçou a chance, colocando a bola no fundo das redes.

Na comemoração do gol, torcedores do Olimpia atiraram objetos no gramado, e um bloco de papel acertou em cheio a cabeça de Keno, que foi obrigado a receber atendimento médico.

Aos 44, porém, Zabala cortou o lateral Samuel Xavier, entrou na área e chutou, contando com desvio em Nino para a bola ir no cantinho e empatar a partida.

No segundo tempo, o Fluminense controlava a posse de bola nos minutos iniciais, mas foi o time da casa que criou a primeira grande chance, aos 15 minutos, quando Ivan Torres isolou a bola na pequena área.

Aos 25, ao fazer falta para interromper contra-ataque, Fernando Cardozo recebeu o segundo cartão amarelo e deixou o Olimpia com um a menos. Pouco depois, Lima teve grande chance na área, mas chutou mal e não conseguiu encobrir o goleiro.

A chance entraria, porém, aos 34. Cano deu lindo passe para John Kennedy, que acertou a trave, mas a bola voltou nos pés do argentino, que só empurrou para as redes, fez o L duplo e colocou o Tricolor na frente de novo.

Aos 38, em novo ataque pela esquerda, John Kennedy recebeu livre e acertou a trave mais uma vez. Nos minutos finais, com a torcida da casa mais contida, os tricolores no setor visitante fizeram muito barulho - e até gritaram 'olé' nos minutos finais em cada troca de passe da equipe.

Nos acréscimos, Cano recebeu na área e marcou o terceiro para fechar o placar em contra-ataque puxado por Alexsander.

Situação da Libertadores

Depois de vencer por 2 a 0 na ida, o Fluminense confirmou a vantagem e avançou para a semifinal, que ocorrerá nas semanas de 27 de setembro e 4 de outubro, a equipe enfrentará o Internacional, que eliminou o Bolívar nas quartas. É a primeira vez em 15 anos que o clube carioca retorna ao estágio no torneio.

Próximos jogos do Olimpia

Próximos jogos do Fluminense