<
>

Prêmio ESPN Bola de Prata Sportingbet: Formiga é homenageada e recebe Bola de Ouro histórica em ano da aposentadoria pela seleção

play
ESPN Bola de Prata Sportingbet: Formiga recebe Bola de Ouro surpresa, vai às lágrimas e comemora momento do futebol feminino (5:33)

Formiga se emocionou ao lado de Eduardo de Meneses após receber o prêmio (5:33)

Formiga foi homenageada e levou a Bola de Ouro que conquistou em 2016, mas nunca havia conseguido buscar


Demorou cinco anos, mas finalmente Formiga poderá colocar em sua estante uma Bola de Ouro do Prêmio ESPN Bola de Prata Sportingbet. Em 2016, a meio-campista se transformou na primeira mulher a ser contemplada na história da premiação, mas ainda não havia buscado seu troféu.

Nesta sexta-feira (10), tudo foi resolvido! E com direito a uma merecidíssima homenagem no ano da aposentadoria da camisa 8 da seleção brasileira.

Símbolo do futebol feminino brasileiro, Miraildes Maciel Mota pendurou sua camisa da amarelinha aos 43 anos no último mês de novembro.

Com ela, acumulou recordes e mais recordes.

Formiga esteve presente em todos os grandes campeonatos disputados pela equipe nacional e é a única jogadora no mundo a estar presente em todas as edições olímpicas do futebol feminino - são nada menos que sete Olimpíadas no currículo!

Entre homens e mulheres, ninguém vestiu a camisa da Canarinho mais vezes que Formiga. Ao todo, foram 253 partidas pelo Brasil!

Formiga é a única pessoa a disputar sete edições de Copa do Mundo entre 1995, na Suécia, e 2019, na França. No seu último Mundial, se transformou na jogadora mais velha a disputar uma partida de Copa, aos 41 anos.

Uma edição antes, em 2015, se tornou a jogadora mais velha a marcar na competição, com 37 anos, 3 meses e 6 dias.

Apesar de ter batido na trave e ficado com a prata na Copa do Mundo de 2007 e nas Olimpíadas de 2004 e 2008, Formiga também acumulou conquistas pela seleção, como 3 edições dos Jogos Pan-Americanos (2003, 2007 e 2015).

Por clubes, a carreira de Formiga ainda não se encerrou. Atualmente no São Paulo, clube que a revelou, a atleta segue a todo vapor, mesmo aos 43 anos.

No seu currículo, a meio-campista é tricampeã da Conmebol Libertadores pelo São José (2011, 2013 e 2014) e foi um dos pilares do PSG que desbancou uma hegemonia de 14 títulos franceses consecutivos do Lyon na temporada 2020/2021.

A seleção brasileira vai sentir muito a sua falta, Formiga! Mas o merecido descanso poderá ser aproveitado com a vista para a merecidíssima Bola de Prata!