<
>

ESPN Bola de Prata Sportingbet: Bia Zaneratto leva Bola de Ouro, faz história com 3 prêmios e se consagra como ídola nacional

play
Bia Zaneratto é a Bola de Ouro! Mari Spinelli fala sobre prêmio vencido pela atleta com a camisa do Palmeiras (1:23)

Jogadora de 27 anos foi eleita a melhor jogadores do Campeonato Brasileiro (1:23)

Bia Zaneratto, do Palmeiras, conquistou a Bola de Ouro como melhor jogadora do Campeonato Brasileiro


Uma verdadeira ‘linha atacante de raça’! Bia Zaneratto ficou menos de seis meses no Palmeiras, mas o tempo foi mais que suficiente para entrar na história do clube e fazer uma temporada simplesmente inesquecível. Ela foi titular em todas as partidas disputadas pelo clube, voltou para a China simplesmente invicta com a camisa alviverde e continuou sendo a artilheira e a jogadora com mais assistências do Campeonato Brasileiro, mesmo saindo antes do final.

Precisa de mais alguma coisa? Claro que não! Assim, carimbamos a ‘Imperatriz’ como Bola de Ouro do Prêmio ESPN Bola de Prata Sportingbet.

VEJA A HISTÓRICA 1ª SELEÇÃO COMPLETA DO BOLA DE PRATA FEMININO

Começou! Até meia-noite de domingo (12) tem Star+ Acesso Livre. Muito esporte AO VIVO, séries e filmes. Acesse agora e aproveite de graça toda a programação.

Mais que isso: Bia sai com simplesmente três prêmios na bagagem: duas Bolas de Prata, como atacante e artilheira, e a Bola de Ouro, dada a melhor jogadora da competição.

Era, na verdade, a segunda passagem de Bia pelo Palmeiras. Em 2020, a atacante havia ficado por dois meses na equipe e marcado dois gols em dois jogos como titular. Essa pequena participação já deixou a torcida apaixonada pela atleta e fazendo campanha: #FicaZaneratto’.

Mas a jogadora não ficou.

Alguns meses depois, porém, a atacante voltou a desembarcar em Vinhedo (SP), onde a equipe feminina do Palmeiras treina. Veio por empréstimo do clube chinês Wuhan Xinjiyuan.

E, para não perder o costume de fazer a diferença dentro de campo, deu assistência logo na estreia contra a Ferroviária.

Durante o pouco tempo que ficou, Bia passou a ser a cara e a alma do Verdão.

Anotou 13 gols e deu oito assistências em 15 jogos. Em apenas uma partida a atleta não marcou ou deu assistência. E foi uma das grandes responsáveis pela campanha do vice-campeonato - havia chances de título com ela em campo?

E o #FicaZaneratto agora já é um #VoltaZaneratto, já que ela está livre no mercado.

Aos 27 anos, Bia tem tudo para ser a nova cara do futebol feminino brasileiro, seria uma sucessora natural do reinado de Marta. É deixar o tempo correr.