<
>

Diego Alves deixa Weverton para trás, e Flamengo faz história no Bola de Prata

Clube com a maior pontuação para um líder na 31ª rodada, com 74 pontos, o Flamengo bateu o rival Botafogo e ao final da rodada emplacou oito jogadores na seleção do 50º prêmio ESPN Bola de Prata Sportingbet.

Em relação à última rodada, a grande novidade nessa 31ª foi a volta do goleiro Diego Alves, que superou Weverton, do Palmeiras – poupado nessa última rodada. Agora o time do técnico Jorge Jesus, cada vez mais próximo do título, conta com o recorde de oito jogadores na seleção do Bola de Prata.

Nunca na história do prêmio um time teve mais do que seis jogadores em uma única edição – São Paulo, em 1986, e Palmeiras, em 2016, foram os recordistas.

Com uma campanha acima da média, o Flamengo poderá ainda ter mais jogadores na seleção. Na zaga, Rodrigo Caio está em terceiro e na briga por uma das Bolas de Prata dadas aos zagueiros. Éverton Ribeiro, hoje o segundo melhor meia, também disputa uma Bola de Prata.

Já Filipe Luís, que hoje não tem o mínimo de jogos, também poderá aparecer nas rodadas finais.

A seleção do Bola de Prata após a 31ª rodada ficou assim: Diego Alves (Flamengo), Rafinha (Flamengo), Gustavo Gómez (Palmeiras), Pablo Marí (Flamengo) e Jorge (Santos); Willian Arão (Flamengo), Gérson (Flamengo) e Arrascaeta (Flamengo); Bruno Henrique (Flamengo), Dudu (Palmeiras) e Gabriel (Flamengo).

Desde 2017, o prêmio conta com a pontuação composta por 40% de estatísticas (o Algoritmo DataESPN) + 60% das notas dos jornalistas.

Seleção do Prêmio ESPN Bola de Prata Sportingbet 2019 após a 31ª rodada: