<
>

Marta segue desbravando o mundo e leva Bola de Ouro inédita para mulheres

play
Bola de Prata homenageia Marta, que se emociona e pede igualdade para as mulheres que 'não desistem nunca' (3:52)

'Que tenhamos total liberdade para escolher o que a gente quer fazer', disse a craque (3:52)

“Futebol não é esporte para mulheres. Lugar de mulher é em casa”, diziam.

Todas as besteiras sempre foram combustível para os ouvidos de Marta. Aos 14 anos de idade, ela decidiu que ninguém poderia dizer o que ela poderia ou não fazer. Deixou para trás a cidade de Dois Riachos, em Alagoas, para começar a ganhar o mundo.

Começou a carreira no Vasco. Aos 18 anos, já estava na Europa defendendo o Umea, da Suécia. E transformando a história do esporte.

Até agora, são 27 títulos coletivos na carreira. Um currículo que conta com taças de Champions League e Libertadores.

Individualmente, fez ainda mais. Foi artilheira de pelo menos nove campeonatos e tem nada menos que seis prêmios de melhor do mundo da Fifa. Nem Cristiano Ronaldo nem Messi têm mais.

É também a maior goleadora da história da Copa do Mundo e também da seleção brasileira. Nem Pelé fez mais gols com a camisa canarinha do que ela.

Não por menos, virou a Rainha do Futebol. É a maior jogadora de futebol de todos os tempos.

Mas Marta é mais do que isso: é exemplo.

Marta é a única mulher da história a colocar os seus pés na Calçada da Fama do Maracanã, o maior templo do futebol.

E agora é também a primeira mulher da história a receber uma Bola de Ouro do Prêmio ESPN Bola de Prata Sportingbet.

"É bem difícil falar. Emoção muito grande e quero dedicar essa linda homenagem a todas as mulheres que lutam. A todas profissionais do esporte, comentaristas, que a cada dia vêm mostrando uma dedicação enorme e quebrando barreiras. Por isso nós continuamos na luta e não vamos desistir nunca. Igualdade de gênero. Igualdade para todas e todos. E tenhamos total liberdade para escolher o que queremos seja no esporte ou em qualquer outra atividade. Joguei com a 10 do Santos e tenho boas lembranças", disse Marta.

Marta, o mundo só tem um palavra a dizer a você: obrigado!