<
>

Quem é o 'Zlatan Ibrahimovic de Belgrado' que fez Juventus pagar quase meio bilhão e só fica atrás de Lewandowski

play
Juventus bate concorrência, anuncia atacante 'sensação' no mercado europeu e já dá a camisa que era de Cristiano Ronaldo (0:39)

Vlahovic brilhou na temporada com a Fiorentina | via @juventusfc (0:39)

Dušan Vlahovic era destaque da Fiorentina no Campeonato Italiano e assinou contrato com a Juventus até junho de 2026


A Juventus anunciou nesta sexta-feira (28) a contratação do atacante Dušan Vlahovic, sensação do Campeonato Italiano que estava na Fiorentina.

A Velha Senhora detalhou os valores envolvidos no negócio. O clube de Turim pagará 70 milhões de euros (R$ 420,7 milhões) divididos em três parcelas.

Com 20 gols e quatro assistências em 24 jogos na temporada, Vlahovic era um dos grandes nomes da temporada, tendo sido cobiçado por clubes como Manchester City, Tottenham, Arsenal e Borussia Dortmund.

E há tempos o jovem de 22 anos e 1,90m já vinha dando sinais de que iria a um gigante da Europa. Em entrevista ao site transfermarkt, ele se referiu a si mesmo como o "Zlatan Ibrahimovic de Belgrado". "Vou jogar nos maiores clubes", afirmou.

No ano de 2021, ele ficou apenas atrás de Robert Lewandowski em gols marcados nas cinco principais ligas da Europa (Serie A, Bundesliga, LaLiga, Premier League Ligue 1), com 33 gols em 43 partidas. Lewandowski teve 43 gols em 34 jogos.

Quem é Vlahovic?

Ele começou nas categorias de base do Partizan e assinou seu primeiro contrato profissional aos 15 anos de idade. "Nós não nos víamos muito em campo (duas vezes), mas lembro de ter assistido a muitos de seus jogos. Ele era muito jovem quando começou no profissional, mas já era óbvio que ele se tornaria uma preocupação para todos os defensores", disse Mihailo Ristic, ao jornal "L'Equipe".

Em 2017, a Fiorentina pagou 1,5 milhões de euros por Vlahovic. Ele teria que esperar completar 18 anos para migrar para a Itália.

“Ele é alguém que trabalha muito, nunca vi isso. Em muitas ocasiões, a equipe teve que lhe dizer para ir para casa. Às vezes ele estava no campo depois de escurecer. Quando tínhamos que ir almoçar, ele ainda estava lá. Na parte física, os treinadores pediram que ele fizesse menos porque tinham medo de que ele se machucasse", disse Cyril Théréau, ex-lateral da Fiorentina que atuou junto com Vlahovic.

"Ele encarna o exemplo do jogador moderno, habilidoso com a bola, rápido, forte, excelente finalizador e muito útil também na construção do jogo", analisa Ristic.