<
>

Liverpool aproveita tropeço do City, vence o Crystal Palace com grande atuação de Alisson e diminui diferença para o líder

Equipe de Jürgen Klopp teve uma primeira etapa de muita intensidade e contou com atuação inspirada do goleiro brasileiro


O Liverpool segue firma na caça ao Manchester City na briga pelo título da Premier League. Neste domingo (23), mesmo fora de casa, os Reds venceram o Crystal Palace por 3 a 1 e diminuíram para nove pontos a distância para o time de Pep Guardiola na briga pelo título da Premier League.

Mesmo fora de casa, o Liverpool fez um início de partida brilhante. Com uma marcação alta e intensa, os Reds criaram boas chances de gols no minutos iniciais e logo abriram o marcador. Aos 7 minutos, Van Dijk escapou da marcação em cobrança de escanteio pela esquerda e testou firme para fazer 1 a 0.

Sem conseguir ficar com a bola e sufocado na defesa, o Crystal Palace corria atrás da bola e sequer flertava com um possível empate. Na troca de passes intensa, o Liverpool fez 2 a 0. Após cruzamento para o lado direito, Chamberlain dominou e fuzilou Guaita para aumentar o marcador.

A partir daí, o Liverpool passou a cometer erros bobos de passe no meio-campo e deu chances para o Palace diminuir. Mas, foi aí que Allisson entrou em cena. O goleiro brasileiro fez duas grandes defesas e impediu uma reação dos donos da casa, que foram para o vestiário perdendo por 2 a 0.

O segundo tempo começou caótico para os Reds com o Palace criando duas chances inacreditáveis de gol. Na primeira, Gallagher, quase em cima da linha, conseguiu testar para fora. Na sequência, Allison fez difícil defesa após finalização de calcanhar na pequena área.

A pressão surtiu efeito. Mateta recebeu lindo passe e, cara a cara com Alisson, serviu Édouard para marcar o 2 a 1 e criar um caldeirão no estádio. Apesar de se esperar uma pressão total do Palace, o Liverpool tirou a velocidade do jogo e passou a controlar mais a posse de bola.

Nos minutos finais, na base do abafa, o Crystal Palace tentou sufocar e teve grande chance com Eze. O meio-campista tocou por cobertura na saída de Allison. O brasileiro voltou correndo desesperado e conseguiu evitar o gol de empate dos donos da casa.

Logo após o ocorrido, Diogo Jota, dentro da área, dividiu com o goleiro Guaita. O árbitro foi ao VAR após quase dois minutos de paralisação e anotou a penalidade a favor dos Reds. O brasileiro Fabinho cobrou e marcou o terceiro do Liverpool, dando números finais ao duelo.

Situação no campeonato

Crystal Palace está na 13ª colocação, com 24 pontos. O Liverpool é o vice-líder, com 48 pontos.

Foi bem: Jones

Praticamente em todos os lados do campo, Jones fez um excelente primeiro tempo e foi o fio condutor do Liverpool do meio-campo ao ataque. Aberto pelo lado esquerdo, o atleta teve participação chave na partida dos Reds fora de casa.

Foi mal: Mitchell

O lateral-esquerdo não conseguiu dar a profundidade necessária pelo lado esquerdo e ainda sofreu para controlar as triangulações do Liverpool pelo setor. Crystal Palace sofreu pelo lado do atleta.

Próximos jogos

O Crystal Palace encara o Hartlepool United, no sábado (5), pela Copa da Inglaterra. Já o Liverpool encara o Cardiff, no domingo (6), pela mesma competição.

Ficha técnica: Crystal Palace 1 x 3 Liverpool

Crystal Palace: Guaita; Ward, Andersen, Guehi, Mitchell; Gallagher, Hughes (Ayew), Schlupp; Olise, Édouard (Eze), Mateta (Benteke). Técnico: Patrick Vieira.

Liverpool: Alisson; Alexander-Arnold (Gomez), Matip, Van Dijk, Robertson; Henderson, Fabinho, Jones, Oxlade-Chamberlain (Minamino), Diego Jota, Roberto Firmino (Milner). Técnico: Jürgen Klopp.