<
>

Premier League: City vence o Chelsea com gol de De Bruyne e segue disparado na liderança

Azuis de Manchester venceram a equipe londrina com um golaço de De Bruyne no segundo tempo


No clássico, melhor para o Manchester City. Jogando em casa, os comandados por Pep Guardiola derrotaram o Chelsea por 1 a 0, em um golaço de De Bruyne, e seguem disparados na liderança da Premier League.

E o jogo foi total dos mandantes. No primeiro tempo, uma pressão da equipe azul de Manchester, que só não marcou por conta da grande atuação de Kepa.

Mas, na etapa final, o City conseguiu marcar e chegou à vitória. Kevin De Bruyne deixou Kanté para trás aos 24 minutos, acertou lindo chute, sem chances para Kepa e marcou lindo gol.

Com o gol, o belga chegou a cinco bolas nas redes contra o ex-clube, fazendo valer a famosa lei do ex.

Com a vitória, o City fica a 13 pontos de distância dos rivais londrinos na tabela de classificação da Premier League.

Situação do campeonato

Com o resultado, o City segue disparado na liderança da Premier League, com 56 pontos conquistados. Já o Chelsea está em segundo, com 43, mas pode perder a posição para o Liverpool.

O cara: De Bruyne

O grande nome da partida foi De Bruyne. O belga marcou um golaço na etapa final e deu a vitória para o Manchester City, que segue disparado na liderança.

Foi o quinto gol do meia contra o ex-clube na Premier League.

Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo na próxima semana. O City encara o Southampton, fora de casa, no sábado (22), às 14h30, enquanto o Chelsea recebe o Brighton, na terça (18), às 17h. As duas partidas terão transmissão pela ESPN no Star+.

Ficha técnica

Manchester City 1 x 0 Cheslea

GOLS: De Bruyne (Manchester City)

MANCHESTER CITY: Ederson; Walker, Stones, Laporte e João Cancelo; Bernardo Silva, Rodri e De Bruyne (Gündogan); Sterling, Grealish e Foden (Gabriel Jesus). Técnico: Pep Guardiola.

CHELSEA: Kepa; Rudiger, Thiago Silva e Sarr; Azpilicueta, Kanté, Kovacic, Pulisic (Timo Werner), Zyiech (Hudson-Odoi) e Alonso (Mount); Lukaku. Técnico: Thomas Tuchel.