<
>

Se perder Pogba, Manchester United elege 'xodó de Sampaoli' como substituto para 2022, diz jornal

Se ficarem sem o camisa 6, Diabos Vermelhos tentarão a contratação de Boubacar Kamara, de 22 anos, que é peça-fundamental do técnico Jorge Sampaoli no Olympique de Marselha


Com futuro incerto no Manchester United para a próxima temporada europeia, já que o seu contrato está no fim, Paul Pogba força o clube inglês a ter um plano B caso opte por deixar o Old Trafford em 2022. E segundo publicação do jornal "The Athletic", os Diabos Vermelhos já têm um nome preferido para substituir o francês.

Também nascido na França, o meio-campista Boubacar Kamara, de 22 anos, é a bola da vez na equipe do técnico Ralf Rangnick. Apesar da pouca idade, ele é peça fundamental no time titular do argentino Jorge Sampaoli no Olympique de Marselha, sendo um dos "xodós" do treinador.

Assim como Pogba, Kamara também está em fim de contrato com o clube francês e ficará livre no mercado a partir de junho de 2022, isso se não renovar o seu vínculo até lá. Por conta disso, o United já tenta se antecipar aos demais concorrentes - que são muitos - afim de contratar o meio-campista sem custos.

Na lista de interessados, estão outros dois clubes da Premier League, Wolverhampton e Newcastle. Além da dupla, os gigantes Barcelona e Bayern de Munique também estão de olho em Kamara. E a briga promete ser boa.

Na atual temporada, o meio-campista tem 19 jogos disputados e um gol marcado. Ele chegaria para ocupar um posto importante na equipe iglesa, que muito em breve poderá ficar sem Pogba.

O camisa 6 do United, por sua vez, também é desejado por outros gigantes da Europa. Entre eles, Real Madrid, Paris Saint-Germain e Juventus, que inclusive é a sua ex-equipe.

Neste momento, Pogba se recupera de uma lesão muscular, sofrida a serviço da seleção da França, e não entra em campo desde o início de novembro. O Manchester United já informou que ele só voltará a atuar em 2022.

Até lá, porém, ele já poderá assinar um pré-contrato de graça com qualquer outro clube, uma vez que em janeiro restarão apenas seis meses para o término do seu vínculo.

Ralf Rangnick, por sua vez, já avisou que não vai interferir na situação do meia. Isso porque, segundo o alemão, cabe ao próprio atleta decidir se quer ou não jogar em um clube, ainda mais se tratando de uma equipe como o United, cuja grandeza fala por si só.