<
>

Thiago Silva marca, mas 'mistão' do Chelsea leva a virada do West Ham com 'golaço sem querer' no final

Em duelo intenso em Londres, o West Ham venceu o Chelsea, de virada, por 3 a 2, pela abertura do fim de semana da Premier League


Com um time recheado de mudanças, o Chelsea perdeu de virada para o West Ham, por 3 a 2, no Estádio Olímpico de Londres, neste sábado (4), em duelo válido pela Premier League. O time de Thomas Tüchel chegou a estar vencendo por 2 a 1, mas sofreu a virada no segundo tempo.

A partida começou morna em Londres, com os dois times apresentando escalações modificadas e tentando encontrar a melhor forma de agredir o adversário. Apesar de estar fora de casa, o Chelsea quem começou a liderar as ações e encurralou o West Ham no campo de defesa, mas sem criar grandes chances para abrir o marcador.

O primeiro gol do jogo veio na bola parada. Thiago Silva subiu sozinho na área para completar escanteio e testou para o fundo das redes de Fabianski. Logo em seguida, o West Ham só não igualou por que o zagueiro brasileiro salvou embaixo da trave.

Em uma desatenção do Chelsea aconteceu o empate. Jorginho recuou na fogueira para Mendy, que acabou cometendo pênalti ao ser pressionado pela marcação. Lanzini cobrou com categoria e deixou tudo igual. Mesmo com o erro, os Blues colocaram a cabeça no lugar e voltaram a marcar, desta vez, em um golaço.

Ziyech encontrou Mason Mount dentro da área. De primeira, o meia-atacante bateu com categoria, sem chances para Fabianski, para recolocar o Chelsea à frente no placar mais uma vez.

No segundo tempo, veio a virada do West Ham. Após bola dividida na entrada da área, Bowen aproveitou a sobra e acertou um lindo chute, no canto baixo de Mendy, para novamente deixar tudo igual.

Os dois técnicos mandaram seus times ao ataque após as alterações, e o West Ham teve uma chance de ouro para virar a partida. Antonio fez forte cruzamento na área, a bola passou por todo mundo e Bowen, na segunda trave, chegou atrasado.

Nos minutos finais, com a partida sem grandes chances, Masouako tentou cruzamento para a área pelo lado esquerdo, a bola desviou na marcação e entrou no ângulo de Mendy, que se esticou todo, mas não evitou a virada do West Ham por 3 a 2.

Melhores momentos

Situação no campeonato

O Chelsea é o terceiro colocado da competição com 33 pontos. O West Ham é o quarto colocado, com 27 pontos.

Foi bem: Bowen

Autor do gol de empate do West Ham contra o Chelsea, o meio-campista se desdobrou do lado direito. Bowen se dedicou o tempo inteiro no campo de ataque e também para segurar as investidas de Marcos Alonso e Hudson-Odoi em seguida.

Foi mal: Havertz

O atacante alemão do Chelsea pouco fez no período no qual esteve em campo. Anulado pela forte marcação do West Ham, Havertz ainda teve a infelicidade de se machucar no último lance do primeiro tempo e não teve condições de retornar a campo, sem substituído por Lukaku.

Próximos jogos

Próximo compromisso do West Ham será em casa, contra o Dínamo Zagreb, da Croácia, pela Europa League, na próxima quinta-feira (9), às 17h. Já o Chelsea vai a campo pela Champions League, contra o Zenit, da Rússia, fora de casa, na quarta-feira (8), às 14h45.

Ficha técnica

West Ham 3 x 2 Chelsea

GOLS: Lanzini aos 40' (pênalti), Bowen aos 56', Masuaku aos 87' (WHA); Thiago Silva aos 28' e Mount aos 44' (CHE)

West Ham: Fabianski; Dawson, Zouma (Fornals), Diop; Coufal, Soucek, Rice, Johnson (Masuaku); Bowen, Lanzini (Benrahma); Antonio. Técnico: David Moyes.

Chelsea: Mendy; Christensen, Thiago Silva, Rudiger; James, Loftus-Cheek, Jorginho, Marcos Alonso (Pulisic), Ziyech (Hudson-Odoi), Mason Mount e Havertz (Lukaku). Técnico: Thomas Tüchel.