<
>

Após título do River Plate, Gallardo abre o jogo sobre futuro: 'A decisão mais difícil da minha vida'

Treinador conquista título inédito do Argentino e pode deixar o clube depois de sete anos e meio


Após conquista inédita no Campeonato Argentino, Marcelo Gallardo deixou em aberto a possibilidade de deixar o River Plate depois de sete anos e meio.

Depois da goleada por 4 a 0 sobre o Racing na última quinta-feira (25), quando se sagrou campeão nacional pela primeira vez, o treinador deu entrevistas em um tom de despedida. Ele falou em repensar a carreira, já que seu contrato com o clube termina dezembro de 2021, e por enquanto, optou em não renova-lo.

''É a primeira vez que o meu vínculo acaba. Tenho dado tudo a este clube até hoje. É a primeira vez, em um momento de ansiedade e de análise, porque exige muito esforço. Acho que mereço a possibilidade de me repensar porque é preciso muita energia para continuar. Agora vou analisar, repensar'', disse o técnico à ESPN antes de completar:

''Além da reflexão que se pode fazer, qualquer que seja a decisão, será muito difícil de tomar. Não sei se vai ser a mais difícil, desportivamente falando. Passamos por muitas situações... Mas pessoalmente, sim, pode ser a mais difícil da minha vida'', afirmou.

No comando dos Millonarios desde 2014, Gallardo faturou 13 títulos. Foram três Recopas Sul-Americanas, três Copas da Argentina, duas Supercopas do país. E o último troféu pode ter sido o da liga nacional, um dos mais esperados até então.

''Quando eu cheguei, pensei se estava preparado para isso. E vivi muitos momentos felizes. E se pode estar preparado, mas o futebol muitas vezes dá as costas para quem está preparado também. Aconteceu muito. Foram sete anos e meio de muito desgaste e foco, porque hoje você venceu e amanhã tem que vencer de novo'', concluiu o treinador.