<
>

Ex-Barcelona e Juventus é afastado de sua seleção após ser flagrado bebendo e fumando antes de jogo

play
Jogador do Barcelona se anima até demais em famoso restaurante de Nusr-Et (0:56)

Via Instagram @miralem_pjanic | Pjanic foi conhecer as carnes do famoso chefe turco (0:56)

Miralem Pjanic foi afastado da seleção da Bósnia, mas fala em "fake news" e nega veracidade de fotos


O meia Miralem Pjanic, que passou recentemente por Juventus e Barcelona e atualmente defende o Besiktas, foi afastado da seleção da Bósnia por "comportamento inadequado".

A decisão da Federação foi tomada após o site BH Live divulgar fotos do atleta ingerindo bebidas alcoólicas e fumando narguilé um dia antes da partida contra a Finlândia, na semana passada, pelas eliminatórias europeias para a Copa do Mundo 2022.

Assista aos jogos de Premier League, LaLiga, Campeonato Italiano e Campeonato Francês com transmissão AO VIVO pela ESPN no Star+

No duelo contra os finlandeses, aliás, o armador foi substituído aos 20 do 2º tempo e deixou o campo sob vaias da torcida bósnia.

Por causa do afastamento, Pjanic não foi sequer relacionado para o confronto contra a Ucrânia, na última terça-feira, pela última rodada do qualificatório da Uefa - a Bósnia não se classificou para o Mundial do Catar.

Por meio de suas redes sociais, o jogador de 31 anos se defendeu e falou em fake news.

No Instagram, o ex-Roma e Lyon afirmou que a decisão de não jogar contra a Ucrânia foi tomada em conjunto com o técnico Ivaylo Petev.

"Eu oficialmente nego as notícias que estão sendo divulgadas. Não jogar contra a Ucrânia foi uma decisão tomada juntamente com o treinador Ivaylo Petev", assegurou Pjanic.

"Para encerrar, essas fotos são antigas", complementou o ex-Juve e Barcelona.