<
>

Uma vitória na história: pior seleção do mundo é a única que pode impedir Inglaterra de ir à Copa

Adversária dos ingleses nesta segunda-feira (14), a seleção da San Marino ocupa o 210º lugar no ranking da Fifa, ou seja, o último, e venceu um único jogo em toda a sua história


Nesta segunda-feira (15), às 16h45, a Inglaterra encerra a sua participação nas eliminatórias europeias para a Copa do Mundo de 2022 e, em busca da vaga direta para o Catar, o English Team enfrenta San Marino fora de casa. O confronto, por sua vez, coloca frente a frente duas seleções de níveis completamente distintos, com os ingleses mais do que favoritos antes mesmo do apito inicial.

Lanterna do grupo I, com nove derrotas e nenhum ponto sequer somado, San Marino apenas cumprirá tabela. E se quiser estragar uma possível ida direta da Inglaterra à Copa, o país terá que repetir feito que só conseguiu uma vez em toda a sua história: vencer.

Não se engane, esse número é real. Desde que começou a atuar profissionalmente, a seleção de San Marino venceu um único jogo. Foi em 2004, em um amistoso contra Liechtenstein, vencido por 1 a 0. A proeza do único gol coube ao atacante Andy Selva, que balançou as redes aos 5 minutos do primeiro tempo.

Para se ter uma noção, em 181 jogos disputados pela seleção de San Marino, a equipe sofreu 174 derrotas e empatou em seis oportunidades. Até aqui, foram apenas 26 gols marcados, contra 768 sofridos. Todas estas estatísticas ainda colocam o país em 210º no ranking de seleções da Fifa, ou seja, na última colocação.

Na atual edição das eliminatórias, além de ter perdido todos os seus jogos, a seleção de San Marino marcou um único gol, na derrota de goleada para a Polônia, por 7 a 1. Fora isso, foi vazada 36 vezes, com -35 de saldo.

Ou seja, o mundo do futebol precisa mesmo conspirar contra a Inglaterra, que lidera o seu grupo com 23 pontos e ainda invicta nestas eliminatórias (7V e 2E). Para perder a ponta, e consequentemente a vaga direta para a Copa, os ingleses precisam ser derrotados por San Marino, e a Polônia, segunda colocada com 20 pontos, vencer a Hungria, em casa.

Antes mesmo do início das eliminatórias, os ingleses já eram colocados como os favoritos do grupo I, que ainda tem Albânia e Andorra. Na última rodada, inclusive, a Inglaterra goleou os albaneses por 5 a 0, em Wembley. Contra San Marino então, a expectativa é de ainda mais gols.

No jogo de ida entre as duas seleções, também em Wembley, os ingleses golearam por 5 a 0, com gols de Ward-Prowse, Calvert-Lewin (2x), Sterling e Watkins.