<
>

Flamengo vence o Bahia pelo Brasileirão em noite de polêmica de arbitragem e gol histórico de Gabigol

O Flamengo saiu de campo com vitória por 3 a 0 sobre o Bahia, em noite de arbitragem polêmica no Maracanã


O Flamengo recebeu o Bahia, na noite desta quinta-feira (11), no Maracanã pela 31ª rodada do Brasileirão. Com polêmica de arbitragem e gol histórico de Gabigol, o Rubro-Negro saiu com vitória por 3 a 0.

Acompanhe as repercussões, com entrevistas e análises, de Flamengo x Bahia no Sportscenter desta quinta-feira, às 20h55 (de Brasília), ao vivo pela ESPN no Star+

O primeiro tempo foi agitado. Com 20 minutos, o Bahia tinha conseguido duas boas chances em roubadas de bola do meia Diego, além de David Luiz ter ‘enganado’ a torcida no estádio com falta que bateu na rede pelo lado de fora.

Aos 28, a grande polêmica. Em tentativa de bicicleta de Diego Ribas, a bola desviou em Conti e o árbitro Vinicius Gonçalves marcou toque de mão e pênalti. Após revisão no VAR, manteve a marcação, gerando reclamações.

Na cobrança, Gabigol não desperdiçou, marcando seu 26° gol de pênalti em 27 cobranças no Flamengo.

Aos 41 minutos, Matheus Bahia fez falta dura na lateral, foi punido com o segundo cartão amarelo e deixou o Tricolor de Aço com um a menos para toda etapa final.

Aos 10 minutos da segunda etapa, Vitinho fez linda jogada pela direita e cruzou para Gabigol na pequena área. Livre e com gol aberto, o camisa 9 furou e perdeu chance inacreditável.

Pouco depois, em lance muito parecido, Vitinho voltou a cruzar, desta vez no alto, e Michael entrou com tudo para empurrar para o fundo das redes e ampliar o marcador.

Aos 14 minutos, Rossi, que tinha acabado de entrar, deu cotovelada em Diego Ribas em dividida. Em reação, o camisa 10 buscou o adversário e o estrangulou. Após revisão no VAR, ambos foram expulsos.

Já aos 43, Andreas conduziu na intermediária, após jogada trabalhada, a defesa se abriu, e o volante chutou no cantinho para fechar o placar.

Situação do campeonato

O Flamengo, por sua vez, chega a 57 pontos e se mantém em terceiro na classificação, diminuindo a vantagem do Atlético-MG. O resultado vai deixando o Bahia na 16ª posição, com 36 pontos, três a mais que o primeiro time no Z-4.

O gol 100 de Gabigol

Demorou, teve muita insistência, mas Gabigol conseguiu chegar à marca de 100 gols pelo Fla. No intervalo, em entrevista ao Premiere, celebrou o fato e ainda relembrou o fato de que o último a atingir a marca foi ‘seu amigo’ Romário.

Bahia na bronca

O perfil do clube nas redes sociais, o técnico Guto Ferreira, o presidente Guilherme Bellintani, o goleiro Danilo Fernandes, o zagueiro Conti... Ninguém conseguiu se conter nas reclamações da penalidade. O time chegou a cogitar não voltar para a segunda etapa.

Enganando a torcida

Em cobrança de falta na primeira etapa, David Luiz, especialista no assunto, chegou a enganar os torcedores no Maracanã. A bola foi para fora e bateu na rede, mas muitos acharam que ela entrou e chegaram a comemorar.

Diego Ribas mal

O meio-campista chegou a perder duas bolas bobas no início da partida por prender muito a bola. Não teve grandes consequências, mas poderia ter tido. Ainda foi expulso de forma infantil na segunda etapa.

Próximos jogos

O Fla volta a campo no domingo (14) contra o São Paulo, dentro do Morumbi. O Bahia ganha ‘folga’ no final de semana e volta a campo na quinta-feira (18), contra o Sport.

Ficha técnica

Flamengo 3 x 0 Bahia

GOLS: Gabigol, Michael e Andreas (FLA)

FLAMENGO: Hugo; Rodinei, Gustavo Henrique, David Luiz (Bruno Viana) e Ramon (Bruno Henrique); Andreas, Thiago Maia (Piris da Motta) e Diego; Vitinho (Renê), Gabigol e Kenedy (Michael). Técnico: Renato Gaúcho

BAHIA: Danilo Fernandes; Nino Paraíba, Luiz Otávio, Conti e Matheus Bahia; Edson (Luizão), Daniel (Ronaldo), Mugni, Raí (Rossi) e Juninho Capixaba (Renan Guedes); Gilberto (Rodallega). Técnico: Guto Ferreira