<
>

Copa do Brasil: Flamengo vê Nikão brilhar, perde no Maracanã do Athletico-PR e é eliminado

Time de Renato Gaúcho perdeu de 3 a 0 e tenta se recompor antes de final da Libertadores já com confronto decisivo no sábado contra o Atlético-MG


No duelo de volta da semifinal da Copa do Brasil, o Athletico-PR venceu o Flamengo por 3 a 0 no Maracanã. Com o 2 a 2 na ida em Curitiba, o Furacão avança à grande decisão.

O nome do jogo desta quarta-feira foi Nikão, que marcou os dois gols do Furacão no primeiro tempo. Um foi de pênalti aos 10 minutos e outro num contra-ataque aos 52, contando com falha de Diego Alves no chute. Aos 43 da etapa final, Zé Ivaldo fez o terceiro do time paranaense.

O Flamengo tentou de todas as formas, pressionou e chegou perto do gol várias vezes, mas parou na trave, na pontaria e em Santos.

Nos minutos finais, Khellven foi expulso e deixou o Furacão com um a menos em campo.

Também nos instantes finais, a torcida presente no Maracanã criticou Renato Gaúcho soltando o grito de "Ei, Renato, vai tomar no c***!".

Situação do campeonato

Com o resultado, o Athletico-PR volta a eliminar o Flamengo na Copa do Brasil no Maracanã após dois anos do mesmo feito e retorna à final da Copa do Brasil, torneio que venceu naquele mesmo 2019.

Na decisão, o Furacão enfrentará o Atlético-MG, que passou pelo Fortaleza na semifinal. As finais acontecem nos dias 8 e 12 de dezembro.

E agora, Renato?

Já o Flamengo tem praticamente apenas a final da Libertadores para "salvar" sua temporada com um título grande.

Eliminado na semifinal da Copa do Brasil, o rubro-negro está a 13 pontos do líder Atlético-MG no Brasileirão. Mesmo com dois jogos a menos e um confronto direto já no sábado, o Fla terá que remar se quiser conquistar o tri.

O cara: Nikão

O camisa 11 do Furacão foi o dono da partida. Com dois gols e a vaga garantida na final, não tinha como ser diferente.

Foi mal: Filipe Luís

O lateral esquerdo cometeu um pênalti em Renato Kayzer logo no começo do jogo que mudou o panorama da partida.

Nikão converteu, o Fla se mandou ao ataque e deixou o Furacão confortável em explorar o contra-ataque, que foi como nasceu o segundo gol.

Foi ou não foi?

Wilton Pereira Sampaio chegou a marcar um pênalti a favor do Flamengo no primeiro tempo. Ele inicialmente assinalou a infração de Thiago Heleno em cima de Bruno Henrique.

Porém, o VAR chamou o árbitro para rever o lance e ele mudou sua interpretação.

Michael quase faz o gol do ano no Maracanã

O atacante entrou no segundo tempo no lugar de Diego e por muito pouco não fez o primeiro gol do Flamengo na partida.

Michael custurou a defesa inteira do Furacão, chutou, Santos defendeu e a bola ainda bateu na trave.

Próximos jogos

O Flamengo volta a jogar no sábado, novamente no Maracanã, às 19h (Brasília), no duelo decisivo contra o líder do Brasileirão Atlético-MG.

Já o Athletico recebe o Santos no mesmo dia, às 17h30, na Arena da Baixada.

Ficha técnica

Flamengo 0 x 3 Athletico-PR

GOLS: Nikão 2x e Zé Ivaldo (CAP)

ATHLETICO-PR: Santos; Pedro Henrique (Zé Ivaldo), Thiago Heleno e Hernández; Marcinho (Khellven), Erick, Cittadini e Abner; Nikão, Kayzer (Christian) e Terans (Pedro Rocha). Técnico: Alberto Valentim

FLAMENGO: Diego Alves; Isla (Matheuzinho), Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís (Ramon); Arão (Vitinho), Diego (Michael) e Andreas; Everton Ribeiro (Kenedy), Gabigol e Bruno Henrique. Técnico: Renato Gáucho.