<
>

Pogba recusa renovação, e United já se prepara para perder meia de graça na próxima temporada

Pogba tem contrato com o Manchester United até junho de 2022 e deixará clube inglês de graça ao final do vínculo


O Manchester United já se prepara para perder Paul Pogba de graça ao final da atual temporada, após o meio-campista ter se recusado a renovar contrato para seguir em Old Trafford, segundo apurou a ESPN.

O campeão do mundo com a seleção da França, que foi contratado da Juventus em agosto de 2016 por 89,1 milhões de libras (recorde mundial à época), irá se tornar agente livre ao final de seu vínculo com os Red Devils, em junho de 2022.

O Manchester United volta a campo pela Premier League no próximo sábado, às 13h30 (de Brasília), contra o Tottenham, com transmissão pela ESPN no Star+

Nos últimos meses, aliás, Pogba recebeu várias ofertas para renovar com o gigante de Manchester, mas negou todas.

Recentemente, clubes como Real Madrid, Juventus e PSG mostraram interesse em ter o meio-campista, mas nenhuma dessas equipes planeja abrir conversas com o jogador e seu agente, o polêmico Mino Raiola, pelo menos até janeiro, quando ele terá liberdade para assinar um pré-contrato com outro time, saindo de graça do United em julho.

Segundo fontes ouvidas pela ESPN, os Red Devis já imaginavam esse cenário ainda quando Pogba foi contratado, há cinco anos. Por isso, a decisão do atleta não foi recebida com surpresa nos bastidores do clube.

Apesar da equipe de Old Trafford ter a possibilidade de liberar Pogba já na janela de janeiro em troca de uma quantia moderada, fontes disseram que a família Glazer, que controla o Manchester United, está "bastante tranquila" com a possibilidade da saída grátis.

Na avaliação dos proprietários, é mais benéfico ter um jogador da qualidade do francês até o fim da temporada, mesmo perdendo o atleta de graça, do que vendê-lo em janeiro.

Pogba será desfalque para os "Diabos Vermelhos" nos próximos três jogos de Premier League, contra Tottenham, Manchester City e Watford, após ter sido expulso direto na derrota por 5 a 0 para o Liverpool, no útimo domingo.

O jogador de 28 anos havia iniciado as duas últimas partidas no banco de reservas por decisão do técnico Ole Gunnar Solskjaer, mas fontes garantem que o francês segue "prestigiado" com a comissão técnica, sem haver qualquer tipo de briga entre atleta e treinador.