<
>

Ex-Flamengo e Corinthians diz qual estádio é o mais hostil para se jogar no Brasil: 'Parece que vai morrer'

Cristian, que defendeu Flamengo e Corinthians, afirmou ao podcast Podpah, no YouTube, que o estádio mais difícil que já jogou foi São Januário, do Vasco da Gama


Cristian defendeu as camisas das duas maiores torcidas do Brasil, tendo que lidar com a pressão de jogar em Flamengo e Corinthians. No entanto, o ambiente mais hostil que enfrentou foi em São Januário.

Em entrevista ao Podpah, no YouTube, o ex-volante afirmou que a casa do Vasco da Gama foi o local mais difícil de ter acesso. Segundo ele, teve pedrada em ônibus, complicado para entrar e pior ainda para sair.

“Todo lugar que a gente vai jogar sempre acontece isso (de quebrar ônibus e tacar pedra). Tacar pedra, ter que abaixar. Quando você vai jogar contra o Vasco então... Nossa senhora... não dá, irmão. Favela de um lado, favela do outro, e o estádio bem no meio. Qualquer clube que você vai. Corinthians, Flamengo, Athletico-PR, qualquer clube. Para você entrar ali é um parto, irmão", começou por afirmar.

"Balançam o ônibus, parece que você vai morrer. Já falam: ‘fecha a cortina’. Aí nego fica quietinho. Cada pedrada, irmão. Desespero. Favela do c***** para você entrar. E para você sair? Não sai sem passar na favela. Não tem como São Januário. Então, ali, foi o lugar pior que eu já fui jogar. Para chegar e para sair demora”, completou.

Localizado no bairro do mesmo nome que leva o clube e ao lado de São Cristóvão, na zona norte de Rio de Janeiro, o Estádio de São Januário tem a Barreira do Vasco como a comunidade bem próxima.

Cristian teve passagens marcantes por Flamengo e Corinthians. No Rubro-Negro, conquistou duas vezes o Campeonato Carioca, em 2007 e 2008. Já pelo Timão foi campeão do Campeonato Brasileiro, em 2015, e da Copa do Brasil, em 2009.