<
>

Brasileiro expulso explica por que pulou nas costas de argentino rival após vitória da Lazio sobre a Inter

Luiz Felipe levou cartão vermelho de forma bizarra por pular em Joaquin Correa após vitória da Lazio sobre a Inter de Milão


Após ser expulso de forma bizarra ao final da vitória da Lazio sobre a Inter de Milão, neste sábado, pelo Campeonato Italiano, o zagueiro brasileiro Luiz Felipe explicou seu cartão vermelho peculiar.

Mesmo após o término da partida, o brasileiro foi punido por pular nas costas do atacante argentino Joaquín Correa, da Internazionale, que foi seu companheiro de equipes por vários anos, mas agora é adversário.

Assista aos jogos de Premier League, LaLiga, Campeonato Italiano e Campeonato Francês com transmissão AO VIVO pela ESPN no Star+

Em post no Instagram, Luiz Felipe explicou que estava apenas brincando com seu amigo, e que de nenhuma maneira quis provocar ou ofender a equipe nerazzurra.

"Quero me explicar após a repercussão negativa sobre o ocorrido ao final do jogo de hoje. Para começar, quero salientar que tenho um grande respeito pela Inter e pos todos os outros clubes", escreveu.

"Somos todos profissionais, que trabalham para perseguir seus objetivos, e por isso nunca faltei com respeito a qualquer outro profissional", seguiu.

"Ao final da partida, saltei às costas de Tucu [apelido de Correa] porque ele é um dos grandes amigos que o futebol me deu. As nossas famílias são amigas e sempre fomos muito unidos", explicou.

"Naquele momento, o que eu mais queria era dar um abraço e brincar sobre o resultado, porque nossa amizade permite isso. Mas, talvez, repensando a situação, aquele não era o melhor momento e nem o melhor local para ter feito isso", admitiu.

"Peço desculpas a quem tiver se ofendido e reforço que, de nenhuma maneira, quis ser desrespeitoso com meu adversário, com os outros atletas ou com a instituição Internazionale e seus torcedores", observou.

"Foi apenas um gesto inocente de uma pessoa que tem grande afeto por Tucu. Te amo, meu irmão", finalizou.