<
>

Renovação com o Barcelona colocará Pedri em patamar que nem Messi conseguiu no clube; veja

Pedri deverá ser o jogador com a multa rescisória mais cara da história do Barcelona


O Barcelona deve anunciar em breve a renovação de contrato de Pedri. O meia, de 18 anos, é um dos indicados ao prêmio Bola de Ouro da revista francesa France Football. O jovem, que é um dos pilares da equipe de Ronald Koeman, tem vinculo com o clube catalão até junho de 2022.

Os jogos do Barcelona em LaLiga têm transmissão ao vivo pela ESPN no Star+.

De acordo com o jornalista Fabrizio Romano, o novo contrato de Pedri irá até junho de 2026 e terá uma cláusula de rescisão de 1 bilhão de euros (R$ 6,4 bilhões).

Com isso, ele será o jogador com a maior multa da história do Barcelona. Até agora, o recorde pertence a Antoine Griezmann, com 800 milhões de euros (R$ 5,1 bilhões). A de Messi estava fixada nos 700 milhões de euros (R$ 4,4 bilhões).

O alto valor está, de certa forma, conectado com a transferência de Neymar, para o PSG, em 2017. Na ocasião, o clube francês decidiu pagar a multa rescisória de 222 milhões de euros (R$ 1,42 bilhão atualmente) do brasileiro – algo inimaginável até então.

Para se precaver e evitar outro “Caso Neymar”, o Barça renovou com os principais jogadores e estipulou multas altíssimas.

Pedri chegou ao Barcelona em 2020 e, desde então, disputou 56 jogos, anotando quatro gols e seis assistências. Ele virou peça-chave do time de Ronald Koeman e ganhou protagonismo. Na atual temporada, entrou em campo apenas quatro vezes, pois lesionou a coxa.