<
>

Barcelona estuda mercado, define 'perfil físico' para reforço e mira destaques de Milan e Inter

A pedido do técnico Ronald Koeman, o Barcelona já analisa o mercado europeu de futebol para contratar um meio-campista na janela de transferências de janeiro. Segundo o jornal espanhol Sport, o clube catalão tem preferência por um jogador de características mais físicas.

De acordo com a publicação, o pedido do treinador visa complementar o setor. Atualmente, o meio-campo do Barça é comandado por Sergio Busquets, Frenkie de Jong e Pedri – jogadores que acumulam boas atuações, mas não têm o vigor físico como grande característica.

O fã de esporte acompanha o Barcelona em LaLiga pela ESPN no Star+. Ainda não é assinante? Clique aqui e saiba mais.

Para solucionar a questão, o Barça tentou trazer Georginio Wijnaldum na última janela de transferências. Contudo, o holandês deixou o Liverpool de graça, recusou a proposta do clube catalão e acertou com o Paris Saint-Germain.

Já Ilaix Moriba, jovem promessa da base de 18 anos, não quis renovar e foi contratado pelo RB Leipzig. Caso não saísse, ele poderia ser a peça requerida por Koeman.

Olhando para a janela de transferências de janeiro, o Barcelona monitora quatro nomes principais. Contratação mais cara da história do Tottenham, o francês Tanguy Ndombélé nunca se firmou nos Spurs, mas vem sendo utilizado neste início de temporada. Também da Inglaterra, o holandês Donny van de Beek é outro alvo, pois não atua com regularidade pelo Manchester United.

Já os outros dois atletas jogam no Campeonato Italiano e são titulares, mas estão em fim de contrato. O croata Marcelo Brozovic, da Inter de Milão, é peça importante no time de Simone Inzaghi, mas tem vínculo com o clube apenas até junho de 2022. O mesmo ocorre com o marfinense Franck Kessié, de 24 anos, que compõe o meio-campo titular do Milan.