<
>

Flamengo: Kleberson rasga elogios a Marcelo Salles, comandante contra o ABC, e o coloca como fundamental para título brasileiro em 2009

play
Campeão brasileiro pelo Flamengo diz que ambiente do título teve papel fundamental de Marcelo 'Fera', comandante nesta quinta contra o ABC (1:43)

Ex-jogador do Flamengo conversou com exclusividade com o ESPN.com.br (1:43)

Com os dois pés nas quartas de final da Copa do Brasil após o 6 a 0 na ida, o Flamengo volta a encarar o ABC nesta quinta-feira (5), às 21h30, na Arena das Dunas.

Por conta da vitória expressiva no primeiro confronto, o técnico Renato Gaúcho optou por ficar no Rio de Janeiro com o grupo principal e mandará uma equipe alternativa a Natal. E quem estará à beira do campo é um antigo conhecido e que tem muita história no clube carioca.

Marcelo Salles, o Fera, é quem terá a missão de dirigir o Flamengo contra o ABC. Com história no próprio Flamengo, o profissional foi auxiliar de Andrade no título brasileiro de 2009.

E, em entrevista ao ESPN.com.br, Kleberson, campeão pelo Flamengo daquela edição do torneio nacional, rasgou elogios a Marcelo Salles e colocou o auxiliar de Andrade como um dos grandes responsáveis por mexer no ambiente da equipe para a arrancada que culminou com a conquista.

"O Andrade e o Fera, eles eram abertos. Muito abertos a nós. O Andrade sempre foi um auxiliar técnico do Flamengo, e o Fera tem toda a bagagem que aprendeu com sua experiência, mas mais com o Joel Santana. Tanto o Fera como o Andrade são fantásticos. Puros. Têm um diálogo muito bom e decidem em grupo. O Andrade tinha suas ideias, o Fera as deles, mas conversavam entre eles, com os jogadores e se entendiam. Os treinamentos nossos eram sempre em alto nível. Foi um ambiente construído pelo carisma do Andrade e do Fera, que acabou combinando com o que o grupo queria naquele momento", começou por afirmar.

"Tecnicamente, o grupo era muito bom. Taticamente, tínhamos treinadores fenomenais. Andrade, com toda sua experiência, bagagem como treinador. O Fera, excelente auxiliar técnico. O próprio Isaías Tinoco, que segurava a bronca de todo mundo lá. Então, tínhamos um grupo muito bom. Quando o Adriano mergulhou de cabeça e fez abrir o olho de todo mundo ali, o Flamengo deu uma arrancada muito grande, e junto com ele conseguimos dar esse título para a torcida do Flamengo em 2009", completou.

Marcelo Salles foi importante em 2019 na transição entre Abel Braga e Jorge Jesus. Com a chegada do Mister, foi afastado do dia a dia e passou a fazer cursos de qualificação na CBF. Demitido no ano passado, Fera retornou em 2021.

Com a volta como auxiliar, Salles ganhou a companhia de Mauricio Souza, treinador do sub-20, na função. Ele passou a ser auxiliar permanente da equipe profissional.