<
>

Brasileiro: Santos vence Chapecoense por 1 a 0, com gol de Sánchez, e sobe bem na tabela

O Santos não teve vida fácil, mas venceu a lanterna Chapecoense por 1 a 0, neste domingo, na Arena Condá, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O uruguaio Carlos Sánchez, batendo pênalti no final do 1º tempo, anotou o gol da importante vitória alvinegra.

Sánchez, aliás, teve que bater a penalidade duas vezes, já que a 1ª foi defendida pelo goleiro João Paulo. No entanto, o VAR flagrou que o arqueiro se adiantou, e o lance voltou.

No 2º tempo, o Peixe se retraiu demais e jogou muito mal, deixando a Chape exercer amplo domínio e criar várias chances claras de empatar.

João Paulo fez milagre em chute de Fabinho, buscando no ângulo e evitando grande oportunidade do Verdão. Depois, Perotti, que entrou bem, ainda carimbou a trave santista.

Com muito sufoco, o time de Fernando Diniz segurou o triunfo até o final e deu boa subida na tabela do Brasileirão.

Situação do campeonato

Com o resultado, o Santos vai a 19 pontos e sobe cinco posições no Brasileirão, pulando para o lugar.

Já a Chapecoense segue com apenas 4 pontos, afundada na 20ª e última colocação da Série A.

O cara: Carlos Sánchez

Desde que voltou a jogar após se recuperar de lesão, vem mostrando muita personalidade.

Pediu para bater o pênalti sofrido por Madson e chutou mal, mas, como o goleiro se adiantou ao defender, foi autorizado a repetir a cobrança.

O uruguaio não se intimidou com a catimba feita pelo arqueiro da Chape e mandou um petardo na gaveta, fazendo o gol da vitória santista.

Maior artilheiro estrangeiro da história do Peixe, Carlos Sánchez agora vai aumentando sua contagem e fazendo história.

Foi mal: Busanello

Acabou sendo diretamente responsável por mais uma derrota da Chapecoense.

Aos 43 do 1º tempo, em um lance sem muito perigo, deu um ippon injustificável em Madson na área.

Após analisar o lance no VAR, o árbitro Rodolpho Toski Marques assinalou penalidade para o Peixe.

No geral, não fez uma partida tenebrosa, mas seu pênalti acabou sendo o diferencial na partida.

Próximos jogos

O Santos volta a campo nesta quinta-feira, às 19h15 (de Brasília), contra o Juazeirense, pela Copa do Brasil.

Já a Chapecoense só joga na outra segunda-feira (09), contra o Grêmio, às 20h, pelo Campeonato Brasileiro.

Ficha técnica

Chapecoense 0 x 1 Santos

GOLS: Santos: Carlos Sánchez [43' (pênalti)]

CHAPECOENSE: João Paulo; Matheus Ribeiro, Kadu, Derlan e Busanello; Léo Gomes (Foguinho), Anderson Leite e Felipe Baxola (Ravanelli); Fabinho (Geuvânio), Fernandinho (Mike) e Anselmo Ramon (Perotti) Técnico: Jair Ventura

SANTOS: João Paulo; Madson, Luiz Felipe (Wagner Leonardo), Kaiky e Felipe Jonatan; Camacho, Carlos Sánchez (Vinícius Zanocelo) e Jean Mota; Marcos Guilherme (Gabriel Pirani), Lucas Braga (Bruno Marques) e Marcos Leonardo Técnico: Fernando Diniz