<
>

Real Madrid coloca preço em Odegaard, meia que é desejo do Arsenal: R$ 302 milhões

O Real Madrid acredita que o meia Martin Odegaard pode ter um importante papel no futuro do clube espanhol. No entanto, os merengues não descartam vender o atleta caso chegue uma oferta de 50 milhões de euros (R$ 302,2 milhões, na cotação atual) chegue, informaram fontes à ESPN.

O gigante do Santiago Bernabéu ainda tem esperanças de que o noruguês mude de ideia e peça para ficar em Madri para lutar por um lugar no elenco, informaram pessoas ouvidas pela reportagem. As próximas duas semanas serão cruciais para definir o futuro do jovem.

Na última temporada, Odegaard foi emprestado ao Arsenal, já que vinha atuando pouco sob o comando do técnico Zinedine Zidane.

O Real sabe que o técnico dos Gunners, Mikel Arteta, quer a contratação do meia caso ele esteja disponível no mercado. No entanto, as fontes afirma que é "pouco provável" que o Madrid empreste novamente o atleta, já que os cofres blancos sofreram muito durante a pandemia de COVID-19 e precisam de receitas expressivas.

Diversas fontes ouvidas pela ESPN afirmaram que, nos bastidores do Bernabéu, há enorme debate sobre qual a melhor opção para o futuro da carreira de Odegaard.

Alguns dirigentes do clube acreditam que o jogador tem talento o suficiente para competir por uma posição de titular no Real. Outros, por sua vez, se mostram preocupados com a postura do jogador, que dá indícios de querer sair ao invés de focar na disputa por posição em Madri.

A esperança dos cartolas merengues era que Odegaard, após seu bom período de empréstimo em Londres, se esforçasse para, pouco a pouco, ir tomando o espaço de Luka Madric.

O croata, atualmente com 35 anos, tem só mais um ano de contrato com o Real. Ele faz parte de um trio de meio-campistas que está envelhecendo, com Kroos (31) e Casemiro (29) completando a trinca. Os dirigentes sabem que uma troca de gerações terá que ocorrer em breve, e Odegaard, assim como o uruguaio Valverde, são vistos como opções ideias para o futuro próximo.

O noruguês, de 22 anos, chegou ao Madrid em 2015, mas só conseguiu se firmar mesmo em LaLiga em 2019/20, quando fez ótima temporada por empréstimo na Real Sociedad.

Integrado ao elenco de Carlo Ancelotti no Real Madrid neste momento, ele participou dos últimos três amistosos de pré-temporada recentes. Seu desempenho não foi bom, mas, segundo fontes da equipe blanca, "isso não tem importância".

De acordo com a alta cúpula do time espanhol, as próximas duas semanas serão decisivas para que a situação fique mais clara, com a possibilidade de Ancelotti ainda convencer Odegaard a ficar no Bernabéu.