<
>

Flamengo atrás de Thiago Mendes, Rafinha e Kenedy: veja como foi a temporada de cada um dos alvos

A excelente fase do Flamengo nas mãos de Renato Gaúcho não impede a diretoria de buscar mais reforços para a sequência da temporada. E os alvos estão escolhidos: Thiago Mendes, Rafinha e Kenedy.

O Rubro-Negro trabalha nos bastidores para acertar o empréstimo do trio, que já demonstrou interesse de retornar ao futebol brasileiro após alguns anos na Europa. Mas será que todos eles chegam com vaga no time titular?

Veja abaixo como foi a temporada de cada um dos desejos do Flamengo e onde cada um poderia se encaixar na equipe de Renato Gaúcho.

Kenedy

O atacante revelado na base do Fluminense é quem, individualmente, tem mais números a mostrar. Foram 44 partidas com a camisa do Granada e 8 gols marcados, além de 6 assistências, entre jogos de LaLiga, Europa League e Copa do Rei.

Dos 2.520 minutos em que atuou, Kenedy exerceu prioritariamente o papel de extremo, pelo lado esquerdo em especial, mas também na direita. Quebrou também galho na lateral, o que não deve ser preciso se chegar ao Flamengo. Brigaria para ser alternativa a Bruno Henrique ou até Everton Ribeiro.

Rafinha

Emprestado pelo Barcelona ao Paris Saint-Germain, o filho de Mazinho e irmão de Thiago, do Liverpool, atuou em 34 partidas na temporada, sendo a maioria delas (23) na Ligue 1. Não marcou nenhuma vez, mas participou de sete gols da equipe na temporada.

Ao todo, o brasileiro permaneceu 1.646 minutos em campo, usado principalmente na função de meio-campista central. Se chegar ao Flamengo, fatalmente será usado no mesmo papel, já que o clube busca um substituto para Gerson, vendido ao Olympique de Marselha.

Thiago Mendes

Alvo flamenguista desde os tempos de Rogério Ceni, que foi seu companheiro e técnico no São Paulo, o volante chegaria para brigar pelo espaço deixado por Gerson no meio-campo, justamente o lugar em que mais foi escalado pelo Lyon.

Ao todo na temporada, Thiago Mendes jogou 35 partidas, sem marcar nenhum gol e com assistência para outros dois. Somou 2.422 minutos em campo, grande parte deles no Campeonato Francês.