<
>

Alaba 2.0: como Bayern pode perder mais uma estrela que quer ganhar mais do que clube pode pagar, diz jornal

play
Inglaterra elimina Alemanha na Euro, e Bertozzi destrincha a estratégia de Southgate (2:31)

Sterling e Kane balançaram a rede e garantiram a vitória dos ingleses em cima dos alemães (2:31)

O Bayern de Munique pode viver mais uma vez o mesmo pesadelo que teve com David Alaba, mais novo reforço do Real Madrid. De acordo com informações do jornal alemão Bild, o atacante Kingsley Coman pode ser mais um a deixar o clube bávaro por querer um salário mais alto.

O vínculo do francês, recém-eliminado da Eurocopa com a sua seleção, é válido até junho de 2023, mas o Bayern e o estafe do atleta já vêm conversando para estender o contrato do atacante. Entretanto, na primeira conversa entre as duas partes sobre o assunto, a conversa não foi das mais tranquilas.

Pini Zahavi, agente de Coman, deixou claro que o jogador quer ganhar pelo menos 20 milhões de euros (R$ 117 milhões nas cifras atuais) por temporada no clube. A pretensão salarial revoltou o diretor do Bayern Hasan Salihamidzic que saiu falando alto após escutar as altas cifras.

O clube alemão deixou claro que não aceita pagar um valor tão alto pela renovação, fato que estremeceu a relação entre o Bayern e o jogador, que agora não descarta deixar o futebol alemão para ganhar mais.

Enquanto isso, outros gigantes da Europa como Manchester United e Liverpool acompanham de perto a situação do francês, já que a contratação de Coman é desejada por ambos.

Vale lembrar que, no caso de Alaba, o austríaco estava no fim do seu vínculo com o Bayern e assinou um pré-contrato com o Real sem qualquer custo. O motivo foi o mesmo que o de Coman.

Na Espanha o jogador ganhará cerca de 12 milhões de euros por ano, cerca de R$ 70 milhões, valor próximo do que o zagueiro Sergio Ramos recebia no clube antes de ir embora de vez.