<
>

Eurocopa: Croácia perde Perisic por COVID-19 para a partida contra a Espanha

play
De CR7 a Stekelenburg: os 'vovôs' que avançaram ao mata-mata da Eurocopa (1:18)

O zagueiro Pepe, de Portugal, e o goleiro Maarten Stekelenburg, da Holanda, são os mais velhos da competição, ambos com 38 anos. (1:18)

Às vésperas de enfrentar a Espanha pelas oitavas de final da Eurocopa, a Croácia sofreu uma importante baixa para o confronto por COVID-19. Iván Perisic, um dos destaques da seleção, é ausência.

A Federação Croata de Futebol recebeu os testes regulares de COVID-19, que mostraram o teste positivo do atacante da Inter de Milão.

Veja abaixo o comunicado:

A equipe médica isolou Ivan dos demais integrantes da equipe nacional e informou imediata e cabalmente as autoridades epidemiológicas competentes sobre a situação, comprovando o cumprimento de todas as medidas necessárias para a proteção contra a propagação do coronavírus.

Perišić passará 10 dias em isolamento e durante esse período não participará nos jogos da seleção croata.

Todos os outros jogadores, funcionários e membros da delegação deram resultados negativos. A seleção nacional parte de Pula no domingo, 27 de junho, em um vôo charter para Copenhague, onde disputa uma partida das oitavas de final do UEFA EURO 2020, contra a Espanha, na segunda-feira.

Por ter de ficar 10 dias em isolamento, caso a Croácia avance e elimine a Espanha, Perisic corre o risco de ficar fora também das quartas de final do torneio.

A Croácia chegou ao mata-mata após avançar em segundo lugar no grupo D, que tinha Inglaterra, Escócia e República Tcheca.