<
>

Flamengo vai ao STJD, argumenta que Olimpíada não é data Fifa e pede liberação de Pedro da seleção

play
Flamengo: Se recuperando da COVID-19, Pedro pega firme na musculação e publica vídeos; VEJA (0:28)

Via: @pedroguilherme | Ainda sem o atacante, Flamengo enfrenta o RB Bragantino neste sábado (19), no Brasileirão (0:28)

O Flamengo deu entrada no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) nesta segunda-feira com uma medida inominada pedindo a liberação do atacante Pedro da seleção brasileira olímpica.

O Departamento Jurídico da equipe rubro-negra argumentou que o torneio de futebol dos Jogos Olímpicos de Tóquio não faz parte da data Fifa, e, portanto, não há obrigação de ceder o centroavante.

O time da Gávea aguarda respaldo jurídico do tribunal para poder escalar o atleta normalmente em competições a partir de 8 de julho, quando o atleta deveria ficar à disposição do Brasil para a disputa da Olimpíada no Japão - no momento, ele consta como indisponível nos sistemas da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para as datas.

A informação foi publicada primeiramente pelo jornal O Dia e confirmada pelo ESPN.com.br.

Na última sexta-feira, aliás, o repórter Pedro Henrique Torre, da ESPN Brasil, já havia antecipado a estratégia do Fla.

Se viajar com a seleção olímpica, Pedro perderá duelos cruciais do rubro-negro na temporada, como as oitavas de final da Conmebol Libertadores contra o Defensa y Justicia, as oitavas da Copa do Brasil e mais cinco partidas do Brasileirão.

A diretoria rubro-negra havia dito que não liberaria o jogador, porém Pedro foi convocado e até comemorou o feito nas redes sociais. Como a Olimpíada não é data Fifa, os clubes não são obrigados a cederem seus atletas.

Por isso, a convocação por parte da CBF é vista como uma forma de pressionar o Flamengo a liberar o jogador.

Em 2019, aliás, o Flamengo passou por algo similar com a CBF. Reinier foi convocado para o Mundial sub-17 e o clube não quis liberar.

O Fla então entrou com uma medida inominada no STJD para que Jorge Jesus pudesse escalar o atleta contra o Fortaleza sem correr o risco de perder pontos. O tribunal recebeu e consultou a CBF, que desconvocou o jogador, e a ação perdeu o objeto.

Neste momento, o Flamengo já não conta com Gabigol, Everton Ribeiro, Arrascaeta, Piris da Mota e Isla, disputando a Copa América