<
>

Marquinhos comemora novo gol pela seleção e destaca briga por vaga no time: 'Ninguém tem cadeira cativa'

O Brasil estreou na Copa América com vitória por 3 a 0 sobre uma desfalcada Venezuela, no Mané Garrincha, em Brasília. O autor do primeiro gol foi Marquinhos, em escanteio que a bola sobrou em seu pé na pequena área.

O defensor, em entrevista à ESPN Brasil, após o duelo, celebrou mais um gol marcado pela seleção, destacando a importância da bola parada contra uma equipe fechada como a venezuelana.

“Fico muito feliz de estar ajudando a seleção. A gente sabe que nosso principal trabalho é ajudar que a equipe não tome gols, mas se puder ajudar na frente”, disse o camisa 4.

“Principalmente em um jogo como esse, em que a gente sabia que eles iam defender bastante, então, a gente sabe que, sempre, uma bola parada pode resolver muito um jogo e desbloquear um jogo difícil”, completou.

Marquinhos ainda fez questão de ressaltar a competição que existe por vagas no time titular de Tite, afirmando que não há nenhum jogador com vaga garantida no time.

“Isso é importante. A gente sabe que, na seleção, nenhum jogador tem sua cadeira cativa, a gente tem que sempre buscar melhorar, fazer nosso melhor dentro de campo para o professor dar oportunidade. Todo mundo tem que estar pronto para dar o seu melhor dentro de campo”, finalizou.