<
>

'Fatia' para o Flamengo, R$ 123 milhões e Sampaoli decisivo: jornal francês detalha venda de Gerson

play
Renato Augusto para substituir Gerson no Flamengo? Tema ganha as redes, e Eugênio Leal aprova: 'Gosto muito' (2:24)

Para Mário Marra e Eugênio Leal, Renato Augusto é um bom nome, mas dificilmente conseguiria fazer a função de Gerson na equipe rubro-negra (2:24)

Neste sábado, o jornal francês L'Équipe cravou a venda do meio-campista Gerson, do Flamengo, para o Olympique de Marselha.

De acordo com o veículo, as negociações duraram mais de 20 dias, mas agora foram finalizadas, e o brasileiro irá assinar por cinco temporadas com o clube do sul da França.

Segundo o diário, a transferência foi fechada em 20 milhões de euros (R$ 122,85 milhões, na cotação atual) fixos, mas uma série de bônus por metas quando ele começar a jogar pelo OM.

Além disso, o Fla ainda terá direito a uma fatia de cerca de 20% do valor de uma futura revenda de Gerson feita pelo Olympique a qualquer outro clube.

O jornal ainda diz que o Rubro-Negro está tentando convencer o Marselha a permitir que o meio-campista ainda jogue pela equipe carioca até 10 de julho.

No entanto, os representantes da equipe francesa na negociação (o ex-atacante Túlio de Melo e o agente Pascal Carbon) preferem que ele siga imediatamente para o Olympique.

No momento, Gerson está com a seleção brasileira olímpica na Sérvia, onde o time comandado por André Jardine disputará dois amistosos nos próximos dias.

Qualquer que seja a decisão sobre esse último tema, porém, nada irá mudar a transferência de Gerson para o OM, que já está assegurada, segundo o L'Équipe.

Sampaoli 'decisivo'

Ainda de acordo com o jornal francês, o fato de Jorge Sampaoli estar comandado o Olympique foi "decisivo" para que Gerson aceitasse a oferta.

O argentino conhece bem o futebol do meio-campista, já que o enfrentou diversas vezes nos tempos em que comandou o Santos e o Atlético-MG.

Essa será a 2ª passagem de Gerson pelo futebol europeu.

Revelado pelo Fluminense, ele foi vendido ainda muito jovem à Roma. Na Itália, ainda defendeu a Fiorentina por empréstimo, antes de ser contratado pelo Flamengo.

Na Gávea, ele faturou várias taças, como uma Libertadores e dois Campeonatos Brasileiros, entre várias outros títulos, sendo apontado como um dos grandes destaques do elenco.