<
>

Diretor do Internacional admite limitação financeira e sinaliza volta de Rodinei ao Flamengo

Rodinei não deve seguir no Internacional depois de maio. Com contrato de empréstimo até o dia 31 do mês, a diretoria do clube já admite que não conseguirá manter o lateral-direito para a sequência do jogador.

Em entrevista à RBS TV, o vice de futebol do Colorado, João Patrício Herrmann, disse que o valor pedido pelo atleta é considerado alto e ainda apontou que o seu substituto deve sair da base da equipe.

“O contrato tem um valor elevado. A multa tem cláusula de confidencialidade. Não é que o jogador não valha, mas o Inter tem suas limitações financeiras”, disse o dirigente do clube gaúcho.

“Temos outras opções, como Mazetti e o Vinicius, que está subindo. O Rodinei é um atleta importante. Contamos com ele até, no mínimo, final de maio. Até lá, muita coisa pode ocorrer”, completou.

O Flamengo, dono dos direitos do lateral, já conta com o retorno de Rodinei, mas não deve utilizá-lo no time principal. A diretoria pretende ter no jogador uma boa moeda de negócio para conseguir fazer caixa. Caso nenhum clube apareça como interessado, ele será incorporado ao time para o Brasileirão.

Rodinei, que trata uma entorse no tornozelo esquerdo depois da goleada contra o Deportivo Táchira, se tornou um dos principais jogadores do Inter de Miguel Ángel Ramirez. O jogador de 29 anos é o grande assistente do treinador, com seis passes para gol e uma bola na rede.