<
>

Fred atinge marca histórica, Fluminense encarna 'time de guerreiros' e vence a primeira na Libertadores

O Fluminense precisou de raça para conseguir sua primeira vitória na Conmebol Libertadores, na noita desta quarta-feira (28). Fora de casa, Fred marcou duas vezes para construir o placar por 2 a 1 contra o Santa Fe. Giraldo diminui.

O resultado deixa o Tricolor das Laranjeiras na liderança do Grupo D, empatado com o River Plate, com quatro pontos. A dupla colombiana Santa Fé e Junior Barranquilla fica atrás, com um ponto cada.

Antes mesmo da partida começar, uma polêmica envolvendo a logística foi posta por conta de uma imposição do governo de Santa Fé, em que partidas estariam proibidas como medida de contenção da COVID-19.

O duelo, então, foi levado para a cidade de Armenia, no estádio Centenario. Por conta de problemas de logística de viagem, o Fluminense só pode viajar ao local na manhã em que a partida seria disputada.

Dentro de campo, porém, isso não pareceu ser um problema. Isso porque, com cinco minutos, Kayky fez bela jogada individual e tocou para Nenê. O camisa 11 deu passe de calcanhar, de primeira, para Fred na entrada da área. O atacante ajeitou para tirar do marcador e tocou no canto do goleiro para abrir o placar.

O Santa Fé passou a dominar as ações da partida, então, mas tinha dificuldades quando chegava na frente do gol de Marcos Felipe, como foi com Jorge Ramos, que chutou a bola para a lateral, quando teve chance.

O retorno para o segundo tempo foi frenético. Com 30 segundos, Egídio chegou na linha de fundo e cruzou na cabeça de Fred que, mais uma vez, empurrou para o fundo das redes e ampliou o marcador.

O gol entrou para a história. Foi o de número 185 do camisa 9 com a camisa do Flu, o que o colocou como segundo maior artilheiro da história do clube. Além disso, com 21 gols, ele se tornou o quarto maior artilheiro brasileiro da história da Libertadores, ao lado de Jairzinho.

A alegria tricolor, porém, não durou muito. Aos cinco minutos, Giraldo entrou livre na área, tocou de primeira após receber lançamento, conseguindo encobrir Marcos Felipe e só teve o trabalho de empurrar para o gol.

Na reta final da segunda etapa, Egídio recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso, obrigando Roger Machado a fechar seu time, que teria que encarnar a mística de Time de Guerreiros para sair com a vitória após pressão do time adversário, com Marcos Felipe fazendo grandes defesas e salvando a equipe.

As duas equipes tem partidas decisivas por campeonatos locais no final de semana. O Santa Fé encara o Junior Barranquilla pelas quartas de final do Apertura. O Fluminense, por sua vez, encara a Portuguesa pela semifinal do Campeonato Carioca.

Ficha técnica

Santa Fé 1 x 2 Fluminense

GOLS: Giraldo (SFE) e Fred (2) (FLU)

SANTA FÉ: Castellanos; Porras, Torijano, Palacios e Mosquera (Delgado); Pico, Giraldo, Osorio (Jersson González), Seijas (Caballero) e Arias (Valdés); Ramos. Técnico: Harold Rivera

FLUMINENSE: Marcos Felipe; Calegari, Nino, Luccas Claro e Egídio; Yago Felipe, Martinelli e Nenê (Cazares); Luiz Henrique (Caio Paulista), Fred (Bobadilla) e Kayky (Gabriel Teixeira) (Danilo Barcelos). Técnico: Roger Machado

Estatísticas

- Nino fez sua 100° partida pelo Fluminense, é o segundo jogador do elenco com mais jogos pelo clube

- Fred alcançou a marca de 185 gols e se tornou o segundo maior artilheiro da história do Fluminense

- Fred, com 21 gols, se torna quarto maior artilheiro brasileiro da história da Libertadores, junto de Jairzinho

- Fred chega a oito gols em sete jogos na temporada 2021

- Fluminense tem 100% de aproveitamento em partidas na Colômbia em Libertadores. São dois jogos e duas vitórias


Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo no próximo final de semana.

  • Domingo, 02/05, 16h*, Portuguesa x Fluminense, pelo Carioca

  • Domingo, 02/05, 15h*, Santa Fé x Junior, pelo Apertura Colombiano

    *horário de Brasília