<
>

São Paulo conversa com líderes do elenco e vai colocar parte dos salários atrasados em dia

play
Benítez cita quatro ídolos do São Paulo e conta como Rogério Ceni é visto na Argentina: 'Assumia a responsabilidade' (1:13)

Jogador ex-Vasco foi apresentado nesta quarta-feira pelo time tricolor (1:13)

O São Paulo vai pagar até o começo da próxima semana a parcela dos salários em carteira que está em atraso com elenco. O compromisso já foi comunicado a alguns líderes do grupo tricolor, que tiveram uma conversa com a diretoria nesta quinta-feira (8).

O pagamento é referente ao parcelamento dos vencimentos de CLT que foi feito no início da pandemia de COVID-19, ainda em 2020. Ainda sob a gestão de Leco, clube e atletas acertaram que os salários seriam divididos e começariam a ser pagos em 2021.

Os valores a serem recebidos pela carteira de trabalho foram divididos em 12 vezes, e o São Paulo atrasou o pagamento da segunda parcela. Com a quitação a ser feita na próxima semana, o clube fica em dia com essa parte do combinado.

Ainda faltarão, contudo, mais dez parcelas do acordo para equalizar todos os pagamentos referentes à última temporada.

Outra pendência que o São Paulo ainda trabalha para resolver a com atletas que recebem parte dos vencimentos em direitos de imagem. Nessa categoria, o clube não efetuou nenhum pagamento entre aqueles repactuados em razão da pandemia.

No encontro informal que teve com jogadores nesta quinta, a diretoria do São Paulo apresentou, contudo, um novo cronograma com o planejamento para efetuar esses pagamentos.

Em relação aos salários, tanto em CLT, quanto direitos de imagem, de 2021, o São Paulo não tem atrasos no momento. Todos os pagamentos estão em dia.

Além das dívidas com atletas, o São Paulo tem valores em aberto a acertar com Athletico-PR (pela transferência de Pablo), Orlando City (Kaká), Querétaro (Tiago Volpi) e Dínamo de Kiev (Tchê Tchê) – por essa última, o clube já foi acionado na Fifa.