<
>

Clube chinês de donos da Inter de Milão encerra atividades, e Miranda e Alex Teixeira ficam livres no mercado

O Jiangsu Suning anunciou neste domingo (28) o fim das atividades como clube na China. Com isso, jogadores conhecidos do futebol brasileiro, como os brasileiros Miranda e Alex Teixeira, ficam livres no mercado.

O grupo que comandava a equipe é o mesmo que comprou a Inter de Milão. No entanto, a intenção era achar um comprador, mas sem sucesso.

“Apesar de nossa relutância em nos separar dos jogadores que conquistaram as maiores honrarias e dos torcedores que mostraram sua solidariedade ao clube, é com pesar que devemos fazer um anúncio: a partir de hoje, o Jiangsu Football Club acaba com a atividade de suas equipes”, dizia o comunicado.

Além do futebol masculino, o clube também dá fim ao trabalho com o futebol feminino e com as categorias de base.

Além de Alex Teixeira e Miranda, Éder, brasileiro naturalizado italiano também fazia parte do elenco. Ele está com 34 anos e acumula passagens por Internazionale e Sampdoria.

Alex Teixeira está com 31 anos e defendeu Vasco e Shakhtar Donetsk. No Brasil, já teve seu nome ligado ao Corinthians no passado, mas a negociação não evoluiu.

Para finalizar, Miranda, de 36 anos, fez carreira de sucesso na Europa por Atlético de Madrid e Inter de Milão. No Brasil, começou no Coritiba e entrou para a história do São Paulo.