<
>

Flamengo pede R$ 65 milhões e aguarda árabes para fechar venda de Everton Ribeiro

Everton Ribeiro pode estar vivendo seus últimos dias no Flamengo. O clube rubro-negro apresentou contraproposta ao Al Nassr diante do interesse no meia e, caso os árabes aceitem, o negócio deve ser fechado. A informação foi dada inicialmente pelo “GE”.

O prazo que o clube dos Emirados Árabes Unidos tem para responder às condições rubro-negras é esta quinta-feira, às 9h (no horário de Brasília). Segundo apurou a reportagem da ESPN Brasil, a venda só será feita nos moldes que propôs o Flamengo.

O valor total pedido pelos cariocas é de 10 milhões de euros (R$ 65,6 milhões na cotação atual). Somente uma parte desse valor seria paga inicialmente pela venda. Uma parcela menor dependeria de bonificações estabelecidas em contrato.

O interesse de clubes do Oriente Médio em Everton Ribeiro é antigo, conforme noticiou o ESPN.com.br em agosto de 2020. Na ocasião, contudo, o Flamengo não se animou com as sondagens – o Al Nassr chegou a apresentar oferta também por Arrascaeta.

Enquanto aguarda a resposta do clube árabe, Everton Ribeiro treinou normalmente nesta quarta no Ninho do Urubu e está relacionado para enfrentar o Grêmio, nesta quinta-feira, em Porto Alegre, em jogo atrasado do Campeonato Brasileiro.

Outra situação que o Flamengo avalia é a de Michael, em cenário similar ao de Everton Ribeiro. Nesse caso, o interesse é do Al Ain, em um empréstimo. O clube dos Emirados Árabes oferece cerca de R$ 8 milhões pela liberação inicial, mas os brasileiros querem mais.

A venda de jogadores se tornou uma necessidade para o Flamengo depois dos insucessos na Conmebol Libertadores e na Copa do Brasil, que agravaram os efeitos financeiros da pandemia de COVID-19 nos cofres do clube – ainda que as recentes vendas de Lincoln e Yuri César tenham contribuído para aliviar um pouco a situação.

O zagueiro Léo Pereira foi outro que teve proposta recentemente, do Besiktas, da Turquia, de um empréstimo com valor fixado para a venda – assim como Michael. A postura rubro-negra, contudo foi a mesma: rejeitou a oferta, à espera de um valor superior.