<
>

Felipe Santana elege Pepe e Sergio Ramos como dupla mais 'chata' que enfrentou e brinca: 'Lewa deve ter escutado muito deles'

Muitos jogadores enfrentam adversários que podem ser chatos, tanto pela sua qualidade técnica quanto pelas provocações que fazem dentro das quatro linhas. Mas nem todos conseguem aliar as duas características. Pepe e Sergio Ramos, antigos companheiros de zaga de Real Madrid, são dois desses casos.

Pepe, hoje no Porto, e Ramos, capitão do Real e atração da ESPN Brasil e do ESPN App neste sábado (23), a partir de 16h50, contra o Alavés, foram escolhidos por Felipe Santana como os "mais chatos" que já enfrentou na carreira. O zagueiro da Chapecoense concedeu entrevista exclusiva ao ESPN.com.br.

“O Pepe foi um cara muito chato. O combo, acho que seria Pepe e Sergio Ramos. Não só pelo fator de difícil, que o Sergio sempre foi um monstro, mas ultimamente ele despontou de uma maneira assombrosa”, disse.

“Mas o combo do difícil e chato, a dupla seria essa. Os dois eram muito bons, mas muito chatos, nesse sentido, quando estão jogando, se entregam 100%, e são mais chatos, a ponto de querer brigar”, completou.

Felipe Santana fez parte do elenco bicampeão da Bundesliga em 2010-11 e 2011-12 e vice da Uefa Champions League em 2012-13 com o Borussia Dortmund. Naquela temporada, os aurinegros enfrentaram o Real Madrid em quatro oportunidades.

Apesar de não ter escutado nenhuma provocação, Felipe lembrou da goleada por 4 a 1 na semifinal do torneio e brincou que que, com certeza, ouviu algo da dupla merengue foi o atacante Robert Lewandowski, autor dos quatro gols da partida.

“Não, comigo, não. Mas, com certeza, com o Lewa teve. Depois que ele fez os quatro gols e levou o jogo para Madri de uma forma um pouco mais suave para nós, com certeza, ele deve ter escutado umas ‘borrachas’ na orelha, com certeza absoluta”, finalizou.