<
>

Nicola: São Paulo tem dívida de R$ 14 milhões com Daniel Alves

O São Paulo tem uma dívida alta com Daniel Alves, principal nome do elenco tricolor e jogador mais bem remunerado do time. Ela gira em torno de R$ 14 milhões nas contas do estafe do camisa 10, embora seja de aproximadamente R$ 3 milhões na visão do clube.

A informação é do jornalista da ESPN Brasil Jorge Nicola em seu blog no portal Yahoo! neste sábado (16).

De acordo com Nicola, a diretoria entende que hoje são R$ 3 milhões em aberto, quantia referente, entre outras coisas, ao adiamento de 50% dos salários devidos ao jogador para 2021.

Vale lembrar que na fase mais dura da quarentena, quando os clubes deram férias forçadas aos elencos, o São Paulo propôs o pagamento de metade dos vencimentos à vista e a outra metade a partir de março deste ano. Daniel Alves era contrário à ideia, mas aceitou.

No entanto, uma fonte disse ao jornalista que o São Paulo atrasou pagamentos referentes a direitos de imagem, que representam a maior parte dos vencimentos do jogador.

O salário de Daniel Alves é de R$ 1,5 milhão, o segundo mais alto do Brasil, atrás apenas de Gabigol, do Flamengo. Dessa quantia, R$ 500 mil são em salário e R$ 1 milhão, direito de imagem.

O problema é que o São Paulo não conseguiu parceiros para ajudar na quitação dessa parte maior. No ano passado, a Dazn chegou a encaminhar um acordo, no qual o jogador se tornaria uma espécie de garoto-propaganda da empresa. Mas a pandemia do novo coronavírus afetou e bastante a saúda financeira da empresa, que abriu mão do acerto e deixou clube e atleta na mão.

Nicola diz que além da alta dívida, o São Paulo ainda tem mais R$ 39 milhões a pagar para Daniel Alves até o fim do contrato. O vínculo dele vai até 31 de dezembro de 2022, ou seja, restam 26 meses de pagamento, incluindo 13º salário deste e do próximo ano.