<
>

Flamengo: Gabigol mira ultrapassar Renato Abreu e se tornar o maior artilheiro do clube no século XXI

O atacante Gabriel Barbosa já faz parte da história do Flamengo. Artilheiro do Campeonato Brasileiro e da Conmebol Libertadores em 2019, foi dos pés do atacante os gols da virada sobre o River Plate que deram o título continental ao Rubro-Negro.

No entanto, Gabigol já possui nova meta e que pode o colocar ainda mais na história recente do clube carioca. Em entreviata ao programa 'Resenha de Craque, que vai ao ar nas redes sociais do Flamengo, o atacante mira ultrapassar Renato Abreu e se tornar o maior artilheiro do clube no século XXI.

"Vou passar. Eu vou passar ele (risos)", disse o atacante.

Com 63 gols, Gabigol está apenas a 10 gols de ultrapassar Renato Abreu, maior artilheiro do clube no século, com 73. O ex-meia atuou pela primeira vez pelo Flamengo entre 2005 e 2007. A segunda passagem do jogador foi entre 2010 e 2013.

Conhecido pela potência na perna esquerda e nos golaços em cobranças de falta, Renato foi um dos principais jogadores do Flamengo na conquista da Copa do Brasil de 2006 em cima do Vasco.

Outros nomes que aparecem na lista dos maiores artilheiros do clube são Hernane Brocador, Vágner Love e Obina. Companheiro de Gabigol no elenco atual e nas recentes conquistas, Bruno Henrique figura na 3ª posição.

Veja abaixo a lista dos 10 maiores artilheiros do Flamengo no século XXI:

  • 1º: Renato Abreu - 73 gols

  • 2º: Gabigol - 59 gols

  • 3º: Bruno Henrique - 52 gols

  • 4º: Vágner Love - 47 gols

  • 4º (empatado): Obina - 47 gols

  • 4º (empatado): Léo Moura - 47 gols

  • 7º: Hernane Brocador - 45 gols

  • 7º (empatado): Edilson - 45 gols

  • 9º: Paolo Guerrero - 43 gols

  • 10º: Diego - 41 gols

Para conseguir a façanha, Gabigol ainda terá, no máximo, 14 jogos pelo Campeonato Brasileiro para bater o recorde de Renato Abreu.

Os Rubro-Negros voltarão a campo no domingo, quando receberão o Bahia às 18h15 (de Brasília), pelo Campeonato Brasileiro. A equipe carioca está na terceira colocação com 45 pontos, oito a menos do que o líder São Paulo, que tem uma partida a mais.