<
>

Prefeito de Valladolid peita Ronaldo sobre valor de estádio

Presidente do Real Valladolid, Ronaldo Fenômeno considerou novamente a chance de construir um novo estádio, caso a prefeitura mantenha o pedido de 21 milhões de euros pelo Estádio Municipal José Zorrilla. Em meio a este cenário, o prefeito da cidade, Óscar Puente, deu uma resposta contundente ao ex-jogador brasileiro a respeito da situação.

“Nas palavras de Ronaldo há muito voluntarismo e demasiado pouco conhecimento do que é a administração. Nós não pedimos 21 milhões de euros pelo estádio por capricho. Pela lei de patrimônio nós não podemos comprar, nem vender nenhum bem que não tenha sido avaliado pelos nossos serviços municipais, técnicos competentes na matéria, que têm que fazer uma avaliação cada vez que compramos, vendemos ou permutamos um bem. Não há margem para pechincha”, declarou.

“Podemos falar de prazos, fazer em 30 anos, sem problemas, podemos falar de compensações, de investimos conjuntos, mas do preço não podemos falar”, afirmou o prefeito.

O estádio tem capacidade para 27.618 pessoas e Ronaldo planeja transformar em uma arena, que seria batizada de Valladolid Arena, para 40 mil pessoas. O projeto original foi inaugurado em 20 de fevereiro de 1982 e foi palco de três partidas na Copa do Mundo daquele ano, disputada na Espanha: Tchecoslováquia 1 x 1 Kuwait, França 4 x 1 Kuwait e França 1 x 1 Tchecoslováquia, todos pelos Grupo 4.

A compra e reforma do estádio seria o segundo passo de um plano ousado de Ronaldo, que virou o maior acionista do clube há mais de dois anos. Estabilizando a parte financeira e tendo uma casa para chamar de sua, Ronaldo tentará o passo final: levar o Real Valladolid à Champions.