<
>

Hazard no Real Madrid: 'A caminho de ser um novo Kaká', diz jornal espanhol

play
'Casillas pediu minha camisa": Assunção relembra respeito que o goleiro do Real Madrid sempre teve por ele (2:15)

Espanhol elogiava a precisão de Assunção nas cobranças de falta (2:15)

Depois de mais uma contusão sofrida por Eden Hazard no Real Madrid, o jornal espanhol El Confidencial analisou a má fase do jogador contratado no meio de 2019 e que ainda está longe de entregar o que se esperava.

Um texto assinado por Fermín de la Calle aponta que o belga "vai no caminho de se converter em um novo Kaká", depois de ter sofrido oito lesões em uma temporada e um quarto, além de ter pego coronavírus. Assim, o camisa 7 disputou apenas 28 partidas com a camisa branca, somando três gols e quatro assistências.

Mas o questionamento em relação ao jogador de 29 anos não foi apenas esse.

“O assunto é que a contratação de Eden Hazard nunca foi uma prioridade para (o presidente) Florentino Pérez e a secretaria técnica do clube”, aponta a publicação, que ainda destacou a “insistência” de Zinedine Zidane.

O veículo também abordou a postura do atleta belga. “Os primeiros informes que chegaram ao Real Madrid do Chelsea e da seleção belga sobre Hazard falavam de um futebolista de um talento descomunal, mas com uma ética de trabalho muito questionável”.

“Hazard não começou a temporada no ritmo de seus companheiros por lesão, a qual encadeou, em seu retorno, com o contágio da COVID-19. Um incidente que começou a gerar os rumores que qualificam Hazard como o novo Kaká, histórico fiasco de Florentino. Ainda que neste caso, sendo justos, o fiasco é de Zidane”, diz a publicação.

Contratado em 2009 junto ao Milan, dois anos após ter sido eleito o melhor jogador do mundo, Kaká não conseguiu manter o mesmo nível e deixou o Real Madrid em 2013, retornando à Itália.