<
>

Quanto custa um autógrafo? Site faz ranking com Pelé, Messi, Ronaldo e Neymar fora do top 5; veja o líder

play
Cristiano Ronaldo é alvo de provoçação após gol do Ferencvaros na casa da Juventus (0:20)

O atacante albanês Myrto Uzuni, de 25 anos, imitou a comemoração de CR7 ao abrir o placar em Turim (0:20)

Muitos fãs de futebol adorariam ter em mãos um autógrafo de seus ídolos para guardar como recordação para o resto de suas vidas. O site Gamblingdeals.com, então, montou uma lista com os 20 autógrafos mais caros do futebol mundial.

As médias dos valores levantados leva em consideração os preços da cada peça que os atletas já assinaram divididos pelo número de itens de cada jogador que é vendido em sites de internet.

A lista, porém, contém algumas polêmicas, como o atleta que a encabeça, por exemplo. Em primeiro, com um autógrafo de 1.363 libras esterlinas (cerca de R$ 9,8 mil na cotação atual) está o atacante Sérgio Aguero, do Manchester City.

O segundo colocado foi David Beckham, ex-Manchester United e Real Madrid, com um autógrafo de 999 libras (cerca de R$ 7,2 mil). O top 5 ainda conta com Aubameyang (Arsenal), George Best (ídolo do United) e Mohamed Salah (Liverpool).

Rei do futebol, Pelé aparece na oitava colocação, com autógrafo de 511 libras (cerca de R$ 3,6 mil), atrás de Maradona (cerca de R$ 4,2 mil), em sexto, e Messi (cerca de R$ 3,7 mil).

Outra surpresa foi a posição de Cristiano Ronaldo na lista. O português da Juventus fica na nona posição, com uma assinatura de 465 libras (cerca de R$ 3,3 mil).

Além de Pelé, também representam o Brasil na lista o ex-meia Ronaldinho, em 18°, o camisa 10 da seleção Neymar, em 19°, e o goleiro do Liverpool, Alisson Becker, fechando o top-20.