<
>

Brasileiro: Flamengo vence Coritiba por 3 a 1, ganha 1ª com Rogério Ceni e dorme líder

Em uma atuação que lembrou o time de 2019, o Flamengo venceu o Coritiba por 3 a 1, neste sábado, no Maracanã, e ganhou pela 1ª vez com o técnico Rogério Ceni. A partida foi válida pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A partida foi um "massacre" dos cariocas, que dominaram o duelo por 90 minutos e criaram uma infinidade de chances de gols. Se o placar tivesse terminado em uma larga goleada, não seria qualquer exagero.

Com o resultado, o clube da Gávea vai a 39 pontos e dorme na liderança da Série A. Para seguir, terá que "secar" o Atlético-MG, que entra em campo neste domingo.

Em campo, o Flamengo começou o jogo em velocidade alucinante e demorou apenas 3 minutos para abrir o placar.

Em jogada pela direita, Arrascaeta cruzou com perfeição, Bruno Henrique subiu muito bem e testou firme para o fundo das redes.

A equipe rubro-negra seguiu em ritmo insano, e criava chance atrás de chance para ampliar.

O tento estava madurinho, e saiu aos 27: Isla recebeu pela direita e cruzou rasteiro para Arrascaeta, que arrematou para dentro.

Mesmo com a boa vantagem, o Fla seguiu em cima e gero várias outras oportunidades claras.

Bruno Henrique mandou na trave, Everton Ribeiro no travessão, e se o Rubro-Negro tivesse ido para o intervalo ganhando de 4 a 0 ou 5 a 0 não seria exagero.

Na volta do intervalo, o panorama não se alterou, e o Flamengo seguiu dominando tranquilamente seu adversário.

Nos primeiros 10 minutos, a equipe de Ceni perde um "caminhão" de gols, principalmente com Bruno Henrique, e desperdiçou a chance de transformar a vitória em goleada.

Depois disso, os cariocas diminuíram o ritmo, mas controlaram tranquilamente o duelo, sem sofrer qualquer risco.

Aos 30, porém, saiu mais um, em uma linda jogada de Renê: o lateral invadiu a área, puxou para o pé direito e mandou um lindo chute para ampliar.

Na sequência, Ceni poupou o time, já pensando no confronto contra o Racing, terça, pela Libertadores, e fez várias mudanças na equipe. Assim, o Fla se desconcentrou e viu o Coxa diminuir.

No último lance da partida, Mattheus Oliveira, ex-Flamengo e filho de Bebeto, bateu cruzado e descontou.

Ficha técnica

Flamengo 3 x 1 Coritiba

GOLS: Flamengo: Bruno Henrique, Arrascaeta e Renê Coritiba: Mattheus Oliveira

FLAMENGO: Diego Alves; Isla (Matheuzinho), Thuler, Léo Pereira e Renê; Willian Arão, Gerson (Diego), Everton Ribeiro (Lázaro) e Arrascaeta; Vitinho (Pedro Rocha) e Bruno Henrique (Michael) Técnico: Rogério Ceni

CORITIBA: Wilson; Rodolfo Filemon, Nathan Silva (Lucumí) e Sabino; Maílton (Jonathan), Matheus Sales, Matheus Galdezani (Yan Sasse), Giovanni Augusto e William Matheus; Robson (Matheus Bueno) e Osman (Mattheus Oliveira) Técnico: Rodrigo Santana

Estatísticas

17º gol de Bruno Henrique em 36 jogos pelo Flamengo na temporada

gol de Arrascaeta em 32 jogos pelo Flamengo na temporada

O Flamengo terminou o 1º tempo com 63% de posse de bola

O Flamengo finalizou 12 vezes no 1º tempo, contra só 4 do Coritiba

gol de Renê em 23 jogos pelo Flamengo na temporada

O Flamengo terminou a partida com 23 finalizações, contra 6 do Coritiba

vitória de Rogério Ceni no comando do Flamengo

Fim da série de 4 jogos sem vencer do Flamengo na temporada


Classificação

- Flamengo: 1º lugar, com 39 pontos
- Coritiba: 18º lugar, com 20 pontos


Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo nos próximos dias.

  • Terça-feira, 24/11, 21h30*, Racing x Flamengo, Libertadores

  • Quarta-feira, 25/11, 21h30*, Coritiba x Corinthians

*horário de Brasília