<
>

Copa do Brasil: Renato rebate críticas sobre vitória do Grêmio: 'Único mandante que ganhou'

Após a vitória por 1 a 0 sobre o Juventude, que está na Série B, pelas oitavas da Copa do Brasil, o técnico do Grêmio, Renato Gaúcho, rebateu as críticas feitas sobre o placar magro e o desempenho fraco mostrado pela equipe tricolor nesta quinta-feira.

Em sua coletiva pós-jogo, o comandante do Imortal voltou a bater na tecla dos constantes desfalques do elenco e celebrou o fato do Grêmio ter sido o único mandante a vencer nos jogos de ida do torneio mata-mata.

"Toda vantagem que você leva para uma decisão é boa, seja ela qual for. É pequena, mas é uma vantagem... A gente procurou um resultado melhor, mas o Juventude segurou bastante", afirmou.

"É aquele mesmo problema de sempre, toda hora temos alguém fora, um ou outro jogador ainda seguem no departamento médico. O Matheuzinho voltou da COVID-19 e só fez um treino, só treinou ontem. Novamente, tivemos muitos problemas", lembrou.

"Enfrentamos uma equipe que está muito bem na Série B e conseguimos o placar, isso é o mais importante de tudo. É um placar magro, mas respeitamos sempre o adversário. Temos a vantagem e agora tem mais 90 minutos em Caxias", salientou.

"Assisti a todos os jogos da Copa do Brasil e o Grêmio foi o único mandante que venceu. Os outros adversários que não conseguiram essa pequena vantagem terão uma desvantagem muito grande agora para buscar fora", seguiu.

"Não tem jogo fácil. Não tem! Em qualquer competição, seja Brasileiro, seja Copa do Brasil, seja Libertadores, todos os jogos são difíceis. A gente buscou, apesar de todos os problemas, e conseguimos a vantagem, ainda que pequena", ressaltou.

"São 180 minutos, jogamos 90 na Arena e agora tem 90 em Caxias. O adversário vai ter que se expor, porque vai ter que buscar o resultado. E até lá, pode ter certeza que vamos ter jogadores que não estavam 100% hoje em condições melhores", refletiu.

Com o resultado, a equipe tricolor pode depende apenas de um empate na partida de volta, na próxima quinta-feira, no Alfredo Jaconi, para avançar à próxima fase.O clube alviverde, por sua vez, precisará buscar um trinfo por dois tentos de vantagem para seguir vivo na competição mata-mata.

Caso o Juventude consiga uma vitória simples, a decisão será nos pênaltis.