<
>

Champions League: 10 histórias que você talvez não conheça dos brasileiros que jogarão a competição

play
20 brasileiros para ficar de olho na Champions League 20/21 (2:15)

A maior competição de futebol entre clubes da Europa retorna nesta terça-feira. E aí, qual brasileiro irá se destacar nesta edição? (2:15)

Vendedor de cogumelos, cobrador de van na Baixada Santista e até um volante que sonhava em ser goleiro. Essas são algumas das histórias - que talvez você não conheça - dos brasileiros que estarão na fase de grupos da Champions League 2020/21.

Dos 32 times que jogarão o maior torneio de clubes do mundo, apenas quatro - Borussia Mönchengladbach, RB Leipzig, Club Brugge e Inter de Milão - não possuem nos elencos jogadores nascidos no Brasil.

O ESPN.com.br traz 10 curiosidades e apresenta todos os brasileiros - incluindo os naturalizados por outros países.

Vendedor de cogumelos

Felipe, do Atlético de Madrid, era vendedor de cogumelos shitake para restaurantes da região de Mogi das Cruzes-SP junto com os sogros antes de ser jogador. O zagueiro jogava na várzea antes de ser descoberto pelo União Mogi e começar a carreira como profissional.

Embalador de gabinetes

Zagueiro do Sevilla, Diego Carlos foi criado no interior de São Paulo e antes de fazer sucesso no futebol trabalhou em uma fábrica de gabinetes de madeira. Ele tinha a função de embalar os objetos que iriam para as lojas.

’Alberto’ Firmino

Astro do Liverpool, Roberto Firmino foi aprovado em um teste no Figueirense depois de marcar dois gols de bicicleta em apenas 30 minutos. De tão tímido que era, foi chamado por meses pelo técnico Hémerson Maria de “Alberto Firmino”, mas nunca retrucou.

Queria ser goleiro

Volante do Manchester City, Fernandinho era fã de Taffarel na infância. “Quando eu tinha uns 8 anos, eu queria ser goleiro do time da vila, mas meu pai não deixou e falou que eu tinha que jogar na linha. O ídolo dele era o Clodoaldo, e ele me colocou na mesma posição. Mas eu me inspirei mesmo no Dunga", disse à ESPN.

Único xodó brasileiro de Van Gaal

Atacante do Krasnodar, Ari é um dos únicos brasileiros a se dar bem com o técnico Louis van Gaal. Eles foram campeões pelo AZ Alkmaar, da Holanda. Antes de ser jogador, o cearense venceu frutas e até leite em pó.

TV em churrascaria

O destino de Douglas Costa, do Bayern de Munique, foi traçado graças a uma televisão 'estrategicamente' posicionada em uma churrascaria de São Paulo. Os representantes do Shakhtar Donestk se encantaram pelo jovem ao vê-lo em ação no Mundial sub-20 de 2009 pela seleção brasileira.

Atrasadinha

Depois que Vinicius Jr. gravou um vídeo - que virou meme - cantando a música "Atrasadinha", o cantor Felipe Araújo virou sucesso até mesmo dentro do vestiário do Real Madrid. "O Isco passou por mim e me chamou de 'atrasadito'. Tomei um susto", contou o músico.

Vendedor de churrasco

Meia-atacante do Ferencvaros, Isael já foi vendedor de churrasquinhos feitos pela própria mãe em um ponto de ônibus no Jardim Damasceno, zona Norte de São Paulo. Ele também foi servente de pedreiro e trabalhou em uma gráfica.

Cobrador de Van

Atualmente no Istanbul Basaksehir, Júnior Caiçara começou no São Vicente. Como recebia pouco no clube, ele precisou durante um tempo trabalhar como cobrador de van na Baixada Santista para se sustentar e ir treinar.

Bateu o pé para não ser volante

Destaque do Ajax na Champions de 2019, David Neres chegou a jogar por alguns meses como volante na base do São Paulo. De tanto insistir com os treinadores, ele voltou à sua posição de origem e foi parar na Europa.


Veja todos os brasileiros da Champions:

GRUPO A

Atlético de Madrid: Renan Lodi (lateral-esquerdo) e Felipe (zagueiro) e Diego Costa (atacante naturalizado espanhol)
Bayern de Munique: Douglas Costa (atacante)
Lokomotiv Moscou: Guilherme (goleiro naturalizado russo) e Murilo (zagueiro)
Red Bull Salzburg: Carlos Coronel (goleiro) e André Ramalho (zagueiro)

GRUPO B

Borussia Mönchengladbach: não tem
Internazionale: não tem
Real Madrid: Militão (zagueiro), Casemiro (volante), Marcelo (lateral-esquerdo), Rodrygo (atacante) e Vinicius Jr. (atacante)
Shakhtar Donetsk: Dodô (lateral-esquerdo), Ismaily (lateral-esquerdo), Vitão (zagueiro), Tetê (meio-campista), Marcos Antônio (meio-campista), Maycon ( meio-campista), Alan Patrick (meio-campista), Marquinhos Cipriano (atacante), Taison (atacante), Dentinho (atacante), Marlos (atacante naturalizado ucraniano), Júnior Moraes (atacante naturalizado ucraniano) e Fernando (atacante).

GRUPO C

Manchester City: Ederson (goleiro), Fernandinho (meio-campista) e Gabriel Jesus (atacante)
Olympiacos: Rafinha (lateral-direito)
Olympique de Marselha: Luis Henrique (atacante)
Porto: Pepe (zagueiro naturalizado português), Otávio (meia), Felipe Anderson (meia) e Evanílson (atacante)

GRUPO D

Ajax: Giovanni Manson (meia), David Neres (atacante) e Antony (atacante)
Atalanta: Rafael Tolói (zagueiro)
Liverpool: Alisson (goleiro), Fabinho (meio campista), Thiago Alcântara (filho de brasileiro, o meia é nascido na Itália e defende a Espanha) e Roberto Firmino (atacante)
Midtjylland: Paulinho (lateral-esquerdo), Evander (meia) e Júnior Brumado (atacante)

GRUPO E

Chelsea: Thiago Silva (zagueiro), Emerson Palmieri (lateral-esquerdo naturalizado italiano) e Jorginho (meio-campista naturalizado italiano)
Krasnodar: Wanderson (meia), Kaio (meia) e Ari (atacante naturalizado russo)
Rennes: Dalbert (lateral-esquerdo)
Sevilla: Diego Carlos (zagueiro) e Fernando (volante)

GRUPO F

Borussia Dortmund: Reinier (atacante)
Club Brugge: não tem
Lazio: Luiz Felipe (lateral-direito), Lucas Leiva (volante) e Andreas Pereira (meia)
Zenit: Douglas Santos (lateral-esquerdo), Wendel (volante), Malcom (atacante)

GRUPO G

Barcelona: Neto (goleiro), Matheus Fernandes (volante) e Philipe Coutinho (atacante)
Dínamo de Kiev: Clayton (atacante)
Ferencváros: Somália (meio-campista) e Isael (atacante)
Juventus: Alex Sandro (lateral-esquerdo), Danilo (lateral-direito) e Arthur (volante)

GRUPO H

Istanbul Basaksehir: Rafael (lateral-direito), Júnior Caiçara (lateral-direito) e Giuliano (meia)
Manchester United: Alex Telles (lateral-esquerdo) e Fred (volante)
Paris Saint-Germain: Marquinhos (zagueiro), Neymar (atacante) e Rafinha (atacante)
RB Leipzig: não tem