<
>

Reestreia de Bale pelo Tottenham? Veja como Henry, Drogba e outras estrelas voltaram à Premier League

Gareth Bale está relacionado por José Mourinho e pronto para reestrear com a camisa do Tottenham após mais de sete anos. Agora com o número 9 às costas, o atacante galês se recuperou de um problema físico e pode jogar neste domingo (18), contra o West Ham, em Londres, pela quinta rodada da Premier League. A ESPN Brasil e o ESPN App transmitem ao vivo e com exclusividade, a partir das 12h30 (de Brasília).

Seria o recomeço da história do astro no principal campeonato do mundo. Entre 2007 e 2013, Bale anotou 42 gols e deu 20 assistências em 146 atuações pelo Tottenham na Premier League. Agora, ele tentará ajudar o time na busca por um troféu que não aparece há 12 anos. Será também um desafio pessoal.

Assim como Bale, outras estrelas do futebol mundial que brilharam na Premier League aceitaram o desafio de voltar, já na reta final das carreiras. A lista vai desde o alemão Jurgen Klinsmann até mais recentemente o marfinense Didier Drogba. Quem se deu bem? Quem foi mal? Veja um resumo abaixo.

Klinsmann

O artilheiro alemão fez sucesso na primeira temporada na Inglaterra, ao anotar 29 gols em 50 jogos pelo Tottenham, entre 1994 e 1995. Transferiu-se para o Bayern de Munique, depois para a Sampdoria, e voltou ao norte de Londres em 1998. Fez mais nove gols em 15 partidas e foi decisivo para evitar o rebaixamento dos Spurs. Klinsmann ainda jogaria a Copa do Mundo, na França, antes de se aposentar.

Evra

O lateral francês desembarcou no Manchester United em janeiro de 2006, por 5,5 milhões de libras. Dominou a posição a ponto de se firmar como um dos melhores da posição no mundo. Saiu em 2014, para a Juventus, passou meses no Olympique de Marselha e voltou à Inglaterra em fevereiro de 2018 para encerrar a carreira no West Ham. Atuou somente 227 minutos e foi dispensado ao fim da temporada.

Henry

Estrela do Arsenal, onde chegou por 10,5 milhões de libras em 1999, da Juventus, o atacante francês virou ídolo e estátua na frente do Emirates Stadium pela passagem até 2007. Saiu para o Barcelona, jogou no New York Red Bull e voltou aos Gunners em janeiro de 2012, para um empréstimo curto. Aos 34 anos, Henry fez quatro partidas e encerrou a passagem com um gol nos acréscimos contra o Sunderland. Ao todo, fez 175 gols e deu 74 assistências na liga inglesa.

Schmeichel

O grande goleiro dinamarquês, pai de Kasper Schmeichel, do Leicester City, dominou a posição no Manchester United até 1999, quando mudou-se pra o Sporting após a conquista da Tríplice Coroa. Voltou ao país em 2001, para atuar aos 38 anos no Aston Villa. Anotou um gol, contra o Everton, mas não teve seu contrato renovado. Na temporada seguinte, acertou com o Manchester City, onde atuou 29 vezes na Premier League até pendurar as luvas.

Vieira

Capitão do Arsenal campeão invicto em 2003-04, o volante francês foi essencial nas conquistas da equipe londrina entre 1996 e 2005. Depois, foi vendido à Juventus e passou pela Inter de Milão até voltar à Premier League em janeiro de 2010, com a camisa do City. Aos 33 anos, Vieira não tinha mais o físico de antes, mas teve uma passagem importante. Em um ano e meio, fez 28 jogos, marcou três gols e conquistou uma Copa da Inglaterra.

Pires

Passou seis anos incríveis no Arsenal, de 2000 a 2006, até rumar ao Villarreal, da Espanha, onde atuou em mais quatro temporadas. A tentação de retornar ao futebol inglês aconteceu em novembro de 2010, com um contrato de curta duração oferecido pelo Aston Villa. Aos 37 anos, Pires em nada lembrou o meia decisivo dos tempos de Londres e saiu sem nenhum gol em apenas nove jogos pelo clube.

Drogba

Um dos grandes nomes da história do Chelsea, o marfinense anotou 104 gols em 254 jogos na Premier League. Na primeira passagem, de 2005 até 2012, venceu todos os títulos possíveis. Saiu após a conquista da Champions League e aceitou retornar a Stamford Bridge em 2014. Aos 36 anos, na condição de reserva de Diego Costa, participou de 28 partidas, marcou quatro vezes e fechou a passagem em alta, com o título inglês.